NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Nokia admite defeito de fabrico no 8210

Nokia admite defeito de fabrico no 8210

segunda-feira, 04 março, 2002 /
Problema no visor afectou um número determinado de aparelhos vendidos sobretudo no norte da Europa. Custos de reparação para o fabricante podem ir até aos 50 milhões. De acordo com a Vnunet, o fabricante finlandês emitiu mesmo um aviso onde explica que o defeito, que atingiu uma série de telefones produzidos no final de 2001, causa o esbatimento do texto, especialmente com luzes brilhantes e temperaturas baixas. Consoante a explicação da própria marca, o problema foi causado por um componente defeituoso produzido por um fornecedor externo que já não está em uso. Os telefones do lote afectado foram predominantemente vendidos na Escandinávia. Os custos de recolha e reparação do defeito de fabrico não foram especificados mas prometem ser de vulto. Um analista estimou a factura em 50 milhões de euros.
5,247