NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Lisboa e Porto «açambarcam» telemóveis

Lisboa e Porto «açambarcam» telemóveis

segunda-feira, 27 fevereiro, 2006 /
Mais de metade das vendas em telecomunicações. O estudo aponta que a Grande Lisboa representa 39% do total das vendas das telecomunicações, enquanto o Grande Porto é responsável por 13%.

No Litoral do País, vendem-se 32% dos produtos e serviços de telecomunicações, ficando o Interior com 9% e o Sul com 7%.

«Em 2005, a tendência de crescimento manteve-se e a adesão dos portugueses ao telemóvel é notória, com o número de aparelhos a ultrapassar o total da população», refere o estudo.

O Cetelem analisou também a relação dos portugueses com as novas tecnologias e concluiu que, apesar dos equipamentos tradicionais estarem mais presentes, já muitos consumidores têm conhecimento de produtos mais recentes no mercado, como a agenda electrónica, referida por 52,7% dos inquiridos, ou o telemóvel de terceira geração (78,3%).

Por outro lado, como afirma a responsável pelo estudo, mais de 70% dos inquiridos diz gostar de estar informado sobre estes produtos e 84% defende que a componente informação é importante.

Quanto à Internet, cerca de 45% dos portugueses já têm acesso e, destes, 84% refere que é em casa que se liga.

Quando pensam em comprar um produto de informática e electrónica, os portugueses têm como razão principal o conforto. Nas intenções de aquisições para este ano, os telemóveis 3G lideram a lista de preferências, seguidos da máquina fotográfica digital e do computador pessoal.

A amostra do estudo sobre as novas tecnologias contemplou 1.018 entrevistas para abranger um universo de residentes em Portugal com 18 anos ou mais.
2,580