NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Google: Cerca de 20 Smartphones Android até ao final do Ano

Google: Cerca de 20 Smartphones Android até ao final do Ano

sexta-feira, 29 maio, 2009 /
Até ao final do ano, entre 18 a 20 dispositivos móveis Android chegam ao mercado, revelou o Google na 4 feira. O Google prevê o lançamento de cerca de 20 terminais móveis baseados na plataforma Android até ao final do ano. De acordo com Andy Rubin, do departamento de plataformas móveis na Google, estes dispositivos deverão ser fabricados por 8 ou 9 fabricantes. Na sua opinião, a Europa será um mercado mais competitivo para os telemóveis (mais do que os Estados Unidos) o que levará as operadoras e os fabricantes a criarem diferentes versões do produto. Actualmente, existem 2 modelos de equipamentos Android no mercado, os dois são da HTC. O modelo Dream é oferecido pela T-Mobile nos Estados Unidos, com a marca G1, e o Magic, é comercializado na Europa. Entretanto, irá sair uma versão para o mercado chinês como resultado do acordo entre a HTC com a China Mobile. Durante esta semana, no congresso para programadores do Android, Rubin apresentou 3 formas de como a venda do sistema operacional Google funciona. 1. Os clientes podem fazer downloads da versão livre do Android, com acesso a muitas aplicações, mas sem alguns dos produtos Google, como Gmail ou Google Calendar. 2. Os fabricantes devem assinar um acordo de distribuição para colocar no telemóvel todas as aplicações do Google. 3. Os operadores colocam o logótipo do Google nos telemóveis, e estão incluídas um conjunto de aplicações que não são removíveis do aparelho por acordo entre o fabricante e a Google. Também é acordado que o acesso ao Android Market não será censurado. O que quer dizer que mesmo que uma aplicação seja criticada pelos consumidores, ou cause um impacto negativo no mercado, ela não será retirada. Esta opção é conhecida como Google Experience. Rubin acredita que a maioria dos fornecedores de dispositivos móveis irá trabalhar com a 2ª opção. Na 3 opção, enquadram-se cerca de 6 telemóveis entre os 20 que estão para chegar.
2,977