NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Globalstar lança serviço de comunicações móveis para astronautas

Globalstar lança serviço de comunicações móveis para astronautas

quinta-feira, 05 abril, 2001 /
Globalstar lança serviço de comunicações móveis para astronautas Globalstar estabelece parceria com a NASA A Globalstar, serviço global de comunicações móveis, alargou a cobertura dos seus serviços ao espaço. Num programa desenvolvido em parceria com a NASA, foi criado o novo Flight Modem - um modem de dados que utilizará a rede de comunicações Globalstar e que permitirá que um foguetão ou outra nave, possa comunicar com os controladores terrestres sem os tradicionais e dispendiosos equipamentos típicos associados a missões de voo.

Um sistema protótipo, baseado em componentes standard da Globalstar e de outros fornecedores, desempenhou com sucesso a sua primeira missão, em meados de Fevereiro do corrente ano, a bordo de um foguetão Orion desde Kiruna (Suécia). Quando o missil atingiu uma altitude de teste no limite da atmosfera terrestre, o modem, que pesa menos de 1,3kgs., estabeleceu contacto com a base através da constelação de satélites Globalstar. Em voos futuros, a utilização do Flight Modem poderá significar uma redução de centenas de milhares de dolares por lançamento, e possibilitará o acesso mundial aos dados do lançamento a partir da base de lançamento para a órbita.

Este novo modem de dados da Globalstar é o resultado de uma versão alterada do modem SCADA (Supervisory Control and data Acquisition), actualmente a ser disponibilizado pela Globalstar nos EUA, para aplicações de dados industriais, tais como detecção remota sem fios, de objectos e transmissão de informação telemétrica a partir de locais remotos.

«Pacotes de serviços de dados, como este, são um dos mercados em maior crescimento no sector das telecomunicações, » segundo declarações de Tony Navarra, presidente da Globalstar. « A qualidade e cobertura únicas da rede Globalstar posiciona-nos de forma ideal neste mercado, possibilitando a oferta de comunicações seguras e menos dispendiosas e serviços de dados a um maior número de indústrias e individuos. A Globalstar está a disponibilizar comunicações de dados em locais onde a cobertura de outras redes sem fios é inexistente ».

O Flight Modem, localizado a bordo do foguetão, funciona basicamente como um telefone Globalstar e estabelece as chamadas, através dos satélites em órbita, para os controladores em terra. O modem pode transmitir a posição do foguetão e poderá, futuramente, fornecer informações sobre o desempenho e o estado da nave e da sua carga. O modem foi desenvolvido e testado no Centro Espacial Goddard da NASA em Wallops Island.

«Com os desenvolvimentos futuros, o Flight Modem poderá tornar-se num equipamento utilizado de forma comum em aviões e outros veículos de lançamento espacial, » afirmou Jay Pittman, engenheiro ARTI (Advanced Range Technology Initiative) em Wallops. «Podemos imaginar naves para fins científicos ou até comerciais a estabelecer chamadas de dados para análise a partir de qualquer local no mundo e de qualquer tipo de plataforma. O custo é tão reduzido e o conceito tão simples que poderá encontrar utilização em inúmeras aplicações. »

Este é somente um exemplo da expansão dos serviços de dados da Globalstar para além da Internet e do acesso ao e-mail. Outras possiveis aplicações incluem diferentes mercados, nomeadamente: gasodutos e oleodutos, onde os operadores podem supervisionar e controlar o fluxo, em tempo-real e em multiplos pontos, sem ser necessário a deslocação de pessoal de campo, reduzindo custos e aumentando os tempos de resposta; as empresas de transportes e carga, para localização de veículos e recolha de dados; telemedicina, onde os utilizadores podem utilizar um link de um site remoto para ligarem a uma unidade hospitalar.

3,260