NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Samsung Galaxy S

Samsung Galaxy S

quinta-feira, 07 abril, 2011 /
Samsung Galaxy S

O Samsung Galaxy S é um dos modelos mais populares da Samsung, e possivelmente um dos melhores smartphones do mercado. Pelo menos enquanto não chegar o sucessor, o Samsung Galaxy S 2.

O Samsung Galaxy S é um dos modelos mais populares da Samsung, e possivelmente um dos melhores smartphones no mercado. Enquanto não temos acesso ao Samsung Galaxy S 2, vamos recordar o porquê do Galaxy ser dos modelos mais apetecíveis no mercado.

Samsung-Galaxy-S-review3

O Samsung Galaxy S é um smartphone que corre Google Android 2.1 (Eclair) e possui algumas funcionalidades que o distanciam de outros modelos, como é o caso do seu enorme ecrã Super AMOLED (4 polegadas), a gravação de vídeo HD (e reprodução em alta definição, também), o seu processador de 1GHz e um som surround de grande qualidade. Além destes aspectos possui memória de 8 ou 16GB (conforme a opção do utilizador) e traz GPS integrado com Google Maps. A bateria possui uma excelente autonomia, permitindo até 13 horas de conversação non stop.

Samsung Galaxy S VS HTC Desire

O Samsung Galaxy S é a resposta da Samsung ao HTC Desire, e vejamos porquê:

O HTC Desire foi um smartphone muito popular, embora em Portugal tenha passado algo despercebido. Tratando-se de uma resposta, a Samsung proporciona com o seu Galaxy S todas as qualidades do HTC Desire. Quanto às diferenças, estas começam pela aparência, pois cada um tem um design muito particular. O Samsung Galaxy S é mais longo que o HTC Desire e alguns milímetros mais fino, enquanto que o modelo da HTC é mais pesado e mais grosso.

O Samsung Galaxy S contém dois botões touch-sensitive e o botão físico por debaixo do enorme ecrã (30% maior que o do iPhone 4). Quanto à qualidade do display, esse será um dos pontos altos deste modelo. Ao ligarmos o smartphone reparamos logo na diferença deste ecrã Super AMOLED e de um ecrã TFT. Aqui o display é mais brilhante e reflecte até 80% menos luz, revelando-se impressionante quando utilizado no exterior (num dia de Sol conseguimos ter uma visualização muito superior ao de um ecrã TFT, por exemplo).

Samsung-Galaxy-S-Review-HTC

Uma das vantagens de ser Android é o número interminável de aplicações (muitas das quais gratuitas), que rivaliza com as apps do iPhone. O Galaxy S traz algumas aplicações pré-instaladas, que incluem o Browser Layar Reality, uma aplicação de realidade aumentada, que recorre à câmara do telefone e acrescenta conteúdos digitais ao ambiente em nosso redor, um editor de documentos, o leitor de e-books Aldiko, e ainda um Social Hub que integra e-mail, chat e redes sociais numa única aplicação. A tecnologia Touchwiz (3.0) também é um bónus.

A interface, por sua vez, faz lembrar a do HTC Sense. Também concede muitas opções de personalização, desde vários ícones a widgets. É uma opção do utilizador, que pode escolher desligar. 

Mas o que destaca o Samsung Galaxy S?

O Samsung Galaxy S reuniu em si o melhor hardware possível e, mesmo nos dias que correm, continua a ser um smartphone muito competitivo no mercado.

Relembrando as especificações técnicas, estamos a falar de um processador de 1GHz e um CPU dedicado, que permite que qualquer interacção na interface de utilizador seja realizada da forma mais rápida possível. A visualização dos vídeos é suave, mesmo com conteúdos HD.

A respeito de memória, se mesmo a versão de 16GB for pouca (e atenção que há modelos mais recentes com capacidade inferior), então terão sempre os cartões microSD de 32GB's à disposição. A câmara é de 5 megapíxeis, com autofocus (embora sem flash, o que é uma grande falha), e permite também gravar vídeos HD com resolução em 720p.

Samsung-Galaxy-S-Review2

E ver vídeos no ecrã Super AMOLED também é uma experiência muito agradável, já que o próprio telemóvel suporta diversos Codecs, incluíndo DivX. Mas o leitor de música também surpreende pela positiva, pois não só tira partido da memória e do jack áudio de 3.5 mm, como a própria qualidade de som é muito boa, com suporte para full surround

A respeito de opções de conectividade o Samsung Galaxy S abrange desde Wi-Fi, Bluetooth 3.0, USB 2.0, até aos jacks áudio de 3,5 mm, suporte DLNA e TV-Out. O DLNA permite que o utilizador se ligue e partilhe vídeos, fotos e música sem necessidade de fios, seja com outro telemóvel, PC ou até mesmo televisão.

A aplicação Wireless Tethering permite ainda uitilizar o smartphone como modem, que pode ser captado pelo portátil ou outro dispositivo. A ligação 3G do Galaxy S suporta velocidades de download até 7,2 Mbps e uploads de 5,76 Mbps. O telefone vem também com um AGPS integrado com Google Maps, que fornece três perspectivas distintas - street view, traffic view e satellite view.

Como seria de esperar de um telefone Android, aceder à Internet é um prazer. Com o browser Chrome, o enorme display capacitivo e o rápido acesso aos dados são uma experiência muito semelhante à da navegação num computador.

Por último, há mais uma razão para que o Galaxy S seja um dos grandes telemóveis do mercado: a sua autonomia de bateria. É uma bateria de 1500 mAh, que oferece uma autonomia de conversação até 13 horas. E mesmo o Super AMOLED não prejudica essa autonomia, pois é muito eficiente a nível energético (mais que um display convencional). 

Samsung-Galaxy-S-Review

Essencialmente

Até à data, e enquanto não chegar o Samsung Galaxy S II, o Galaxy S será talvez o melhor telefone da Samsung. O que é dizer muito, tendo em conta a qualidade dos modelos da fabricante.

A Samsung pegou num sistema operativo popular e repleto de possibilidades, ao qual acrescentou hardware topo de gama. Acresce-se a isso a fantástica autonomia de bateria, a qualidade de gravação de vídeo HD, a visualização de conteúdos multimédia no Super AMOLED e até a própria capacidade de memória . E continua a ser mais barato que um iPhone.

Só lhe falta uma coisa: o flash na câmara fotográfica.

Resta-nos aguardar pelo sucessor deste belo smartphone. O Samsung Galaxy S II foi apresentado recentemente, durante o Samsung Fórum 2011, em Lisboa. Até lá, voltemos um pouco atrás no tempo, como se ainda fosse 2010, altura em que foi divulgado um dos primeiros vídeos do Galaxy S.

5,898