NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
É oficial, Palm é acusada de «hackar» o Pre para sincronização ilegal com iTunes

É oficial, Palm é acusada de «hackar» o Pre para sincronização ilegal com iTunes

quarta-feira, 23 setembro, 2009 /
É oficial, Palm é acusada de «hackar» o Pre para sincronização ilegal com iTunes É uma reviravolta vergonhosa para a Palm, a industria USB repreende a empresa pelo recurso a um software que permitia o acesso do Palm Pre ao iTunes, exclusivo da Apple. Quando a Palm lançou no mercado o Pre, de uma forma engenhosa, a empresa contornou a codificação USB exclusiva da Apple para iludir o iTunes que se trataria de um equipamento Apple, permitindo este, assim, o acesso para sincronização com as playlists e com as músicas. Foi uma acção engenhosa e desafiante, que permitia ao Pre aceder assim ao líder de mercado da industria musical. Depois de detectar o acesso indevido, a Apple fez sucessivos updates no seu software de forma a impedir o acesso destes equipamentos, então, a Palm enviou uma carta para o consórcio de programadores de USB (USB Implementers Forum), entidade que supervisiona a utilização do USB, afirmando que a Apple estava a «prejudicar a concorrência». Mas em resposta à Apple e à Palm na passada terça feira, o consórcio defende a posição da Apple, reforçando que a artimanha da Palm viola claramente as políticas de USB-IF. É embaraçoso, e não é de todo a resposta que a Palm estava à espera. A Palm tem agora 7 dias para justificar a sua posição.
3,204