NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Coreia do Norte, usar smartphone é crime de guerra

Coreia do Norte, usar smartphone é crime de guerra

domingo, 29 janeiro, 2012 /
Coreia do Norte, usar smartphone é crime de guerra

Usar smartphones na Coreia do Norte é crime de guerra. Proibição de smartphones prolongado até luto da morte de Kim Jong-il passar.

Já sabíamos que aos olhos do Ocidente, a Coreia do Norte é um país fechado ao exterior. O que o jornal inglês The Telegraph diz agora é que é completamente proibido aos norte-coreanos mexer em telemóveis ou smartphones enquanto durar o luto pela morte do ex-líder Kim Jong-il.

Esta regra não se aplica apenas a norte-coreanos, mas também a todos os estrangeiros que estejam na Coreia do Norte. Quem for apanhado a mexer num telemóvel ou smartphone durante os 100 dias de luto nacional será acusado de crime de guerra.

Coreia do Norte, usar smartphone é crime de guerra

E as penalidades por crime de guerra na Coreia de Norte podem ser o envio para um campo de trabalho escravo ou, pior, ser condenado à morte.

No final de Novembro do ano passado, a Reuters divulgou que a Coreia do Norte deveria registar até ao final de 2011 o seu utilizador número um milhão pela rede 3G. A Reuters disse ainda que um smartphone na Coreia do Norte custa cerca de 266 euros, e o salário mensal é de 11,5 euros.

3,393