NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
China Mobile abre a sua Mobile App Store

China Mobile abre a sua Mobile App Store

terça-feira, 18 agosto, 2009 /
China Mobile abre a sua Mobile App Store O lançamento de uma loja esta semana pelo maior operador do mundo - a China Mobile, é um grande marco para o crescimento acelerado do mercado de serviços móveis de dados. China Mobile está numa posição muito original. Fora da China, os operadores tiveram êxito nas vendas das primeiras aplicações móveis, tais como toques, jogos e wallpapers básicos: Na Europa, por exemplo, o boom dos toques foi em grande parte motivado por distribuidores independentes (como o Telemoveis.com em Portugal foi pioneiro). Em contrapartida, a China Mobile construiu um lucrativo negócio de música - o seu serviço permite aos utilizadores substituir a resposta padrão de toque com clipes musicais, gerou mais de 2 biliões de dólares em receitas em 2008. Com a extraordinária economia de escala possibilitadas por quase 500 milhões de clientes, a China Mobile está melhor colocada do que a maioria dos operadores para moldar o desenvolvimento de novos serviços e aplicações. Além disso, alguns potenciais concorrentes, como o Google e a Apple, não tem tanta influência na China como o fazem na Europa e nos E.U.. Efectivamente, o iPhone tem ainda de fazer a sua estreia na China (ou ser copiado de forma eficaz). Mas, mesmo para a China Mobile, tornar a sua aplicação de nova loja num sucesso não será fácil. Além disso, o download e uso de aplicações sofisticadas vão exigir uma conectividade rápida pelo que o futuro do mercado móvel estará fortemente ligado ao sucesso da China Mobile em persuadir os seus clientes a comprar um modelo de equipamento compatíveis com 3G. Mais uma vez, a China parece ser um caso muito especial. Baseado num artigo de Dave Pring em Mobile Innovation
2,707