NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Canonical dá boas-vindas a Meizu e bq para lançamento de smartphones Ubuntu

Canonical dá boas-vindas a Meizu e bq para lançamento de smartphones Ubuntu

quinta-feira, 20 fevereiro, 2014 /
Canonical dá boas-vindas a Meizu e bq para lançamento de smartphones Ubuntu

Queriam smartphones Ubuntu? Vão tê-los ainda este ano. A Canonical tornou conhecidas esta semana as suas duas primeiras parceiras oficiais no lançamento de smartphones Ubuntu: a chinesa Meizu e a espanhola bq

Quanto à chegada destes smartphones ao mercado, ainda que não tenham sido adiantados detalhes relativos a preços ou datas específicas, espera-se que ocorra ainda em 2014.

A Meizu é uma fabricante chinesa de smartphones de gamas elevadas, mas com uma presença pouco significativa no mercado europeu, onde é quase desconhecida. A empresa parece querer mudar isso com a adesão ao Ubuntu e espera entrar ainda este ano no mercado dos EUA.

A bq introduz-se a si própria como sendo a segunda maior marca de smartphones livres de Espanha. "O sucesso actual do Ubuntu nos PCs , aliado ao enorme apoio que está a receber a sua oferta móvel, dá-nos uma oportunidade única de oferecer ao mercado uma plataforma alternativa através dos nossos dispositivos", afirma Alberto Mendez, director-executivo da bq, em comunicado.

? Canonical promete smartphone Ubuntu Touch para 2014 - o que esperar?

? O Facebook venceu a Google na batalha pelo WhatsApp, mas não na guerra da publicidade

? 5 smartphones Android chineses mais finos que o Apple iPhone 5S

? Bloqueie chamadas telefónicas facilmente com a Easy Call Blocker

Porque é que todos saem a ganhar com esta parceria

Porque é que é interessante verificar que as parcerias da Canonical se estão a dar a uma escala mais pequena do que o mediatismo de que a empresa foi alvo no ano passado deu a sugerir? Por um lado, além da entrada de um novo concorrente no mercado, fabricantes consideravelmente mais pequenas de smartphones como a Meizu e a bq (pelo menos se tivermos em conta o número de mercados onde ambas se encontram presentes) terão agora a oportunidade de apresentarem propostas refrescantes a um segmento que se exige constantemente renovado.

Isto significa que nós, consumidores, teremos mais por onde escolher, maior variedade de plataformas, dispositivos e fabricantes à nossa disposição - o que, a comprovar-se o seu sucesso, irá obrigar as outras fabricantes a apostar ainda mais em inovação. A Meizu e a bq vão estar na linha da frente desta nova geração de smartphones, e o facto de serem consideravelmente mais pequenas que uma Samsung ou uma LG significa que a aposta nesta plataforma terá um grau de compromisso muito superior da sua parte, em desproporção aos recursos que as duas empresas sul-coreanas poderiam - ainda que provavelmente não o fizessem - disponibilizar.

Embora tanhamos dúvidas sobre se esta nova chegada realmente importará, nesta fase do campeonato, ao Android da Google, acreditamos que vai haver uma luta muito renhida pelo terceiro lugar do ranking global, agora ocupado pelo Windows Phone. A chegada do Ubuntu irá obrigar outras plataformas mais pequenas como o Sailfish OS, o Tizen da Samsung ou - porque não? - a BlackBerry a reconfigurarem as suas prioridades. E se a luta por um terceiro lugar proporcionar uma alternativa interessante aos consumidores, isso irá captar a atenção da Google e da Apple, que por sua vez terão que arriscar-se a implementar inovações nas suas plataformas sob o risco de serem ultrapassadas a médio prazo.

? Como ser fixe no universo das tecnologias?

? Tinder: popular aplicação de encontros fez primeira correspondência na Antártida

? Sugestão: como carregar o smartphone 50% mais rápido

? Sugestão: PolyFauna, uma aplicação gratuita para fãs de Radiohead

Canonical dá boas-vindas a Meizu e bq para lançamento de smartphones Ubuntu

5,111