NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Isto foi o que aprendi com uma semana de BQ Aquaris X5

Isto foi o que aprendi com uma semana de BQ Aquaris X5

sexta-feira, 19 fevereiro, 2016 /
Isto foi o que aprendi com uma semana de BQ Aquaris X5

6 coisas que aprendi sobre o BQ Aquaris X5.

 

*Imagem: Telemoveis.com
*Equipamento cedido pela BQ

 

BQ Aquaris X5 em Resumo:

 

€239.90
• Cyanogen OS (Android 5.1 Lollipop)
• Processador Quad-core 1.4 GHz
• 4G
• 16/32 GB de armazenamento
• Câmara de 13 MP + 5 MP (frontal)
• Dual SIM
• Ecrã HD, de 5 polegadas
• 2 GB de RAM
• Áudio Dolby Atmos
• 2900 mAh (bateria)

 

Permite-me uma confissão honesta?

Eu nunca me habituo às trocas de telemóvel. Especialmente se troco um topo-de-gama por uma gama média/baixa.

Um downgrade dificilmente cai bem a alguém.

 

O BQ Aquaris X5 foi o meu último downgrade - graças a ele abdiquei do conforto do meu telemóvel durante uma semana.

O que não foi mau.

Quer saber porquê?

 

#6. O BQ Aquaris X5 é Compacto e Elegante.

 

Um argumento superficial, eu sei.

Mas para quem usa regularmente um phablet de 6 polegadas, um telemóvel de 5 polegadas é 'mini'.

E isso é absolutamente fantástico.

 

Os primeiros detalhes que notei: design e qualidade de construção.

O BQ Aquaris X5 é:

 

  1. • À base de metal (o aro lateral é de alumínio)
  2. • Costas de plástico (o que passa despercebido)
  3. • Convencional, mas estético e elegante
  4. • Ergonómico
  5. • Sólido
  6. • Agradável ao toque
  7. • Facilmente manuseável só com uma mão
  8. • Relativamente leve ('relativamente', porque o aro acrescenta peso ao telemóvel)
  9. • Fino (7,5 mm de espessura)

 

O modelo que testei é preto/cinzento.

Com o aro de alumínio que o rodeia, o resultado é um telefone elegante e low profile.

Não chama a atenção pelo aspecto, mas cativa pela 'personalidade'.

 

Isto é bom - e vantajoso - porque lhe confere um elemento surpresa.

Quando peguei no BQ Aquaris X5 pela primeira vez, senti esse elemento na sensação de toque nas costas do telefone.

Não é premium (como por vezes a BQ dá a entender), mas é melhor do que o expectável num telemóvel de gama média.

 

Nada mau para um 'downgrade'.

O resultado?

 

6 Coisas Que Aprendi Com Uma Semana de BQ Aquaris X5

Imagem: Telemoveis.com/Daniel Galvão

 

#5. O BQ Aquaris X5 é Rápido e Fluído.

 

A primeira impressão foi boa, mas a segunda foi melhor.

O facto é que eu já conhecia as características técnicas do BQ Aquaris X5.

E não me interprete mal: não são más.

 

Só que também não são de sonho.

Este apontamento é importante porque, com telemóveis Android, as especificações são um indicador do desempenho que podemos esperar.

Esta mesma lógica beneficiou o BQ Aquaris X5.

 

Quando criei uma expectativa mediana dei ao factor WOW do BQ Aquaris X5 uma oportunidade de me surpreender.

Isto aconteceu mesmo. E o motivo está no software.

 

O BQ Aquaris X5 corre Cyanogen OS baseado em Android 5.1 Lollipop.

Isto significa que se parece, comporta e age como um Android. À primeira vista.

 

Isto também nos diz que é um telemóvel com software optimizado para tirar o máximo partido do seu hardware.

O resultado?

 

Um desempenho muito superior ao esperado para um telemóvel desta gama.

O BQ Aquaris X5 é um telemóvel:

 

  1. • Rápido
  2. • Fluído
  3. • Sem bloatware pré-instalado
  4. • Extremamente personalizável

 

Também traz suporte nativo para Screencast (deixa-o gravar o que faz no ecrã).

Difícil seria não ficar agradado com isto.

Mas nem tudo são rosas.

 

6 Coisas Que Aprendi Com Uma Semana de BQ Aquaris X5

Imagem; Telemoveis.com/Daniel Galvão

 

#4. O BQ Aquaris X5 é Caro.

 

Ok, €239 é um valor ligeiramente inferior aos €249 anunciados em 2015.

Só que continua a pesar nas carteiras portuguesas.

 

Estes preços também ajudam a colocar a BQ num limbo.

 

• Os consumidores com poder de compra vão investir em telemóveis mais potentes;
• Os consumidores sem poder de compra vão investir em telemóveis mais baratos;

 

Que margem pode a empresa explorar?

Por valores semelhantes, o BQ Aquaris X5 (que é um bom telemóvel) compete com marcas mais estabelecidas.

 

Ao apostar em valores elevados nos mercados onde está presente, a BQ coloca-se a jeito face a marcas de maior dimensão.

Em contrapartida a relação preço-qualidade também não é tão agressiva como na concorrência asiática.

 

Ou seja: está a limitar o acesso aos seus equipamentos porque um consumidor informado não vai olhar só para o design ou para as especificações.

A marca também tem peso. E a BQ neste momento está no meio da equação.

 

Não é nem demasiado barata, nem demasiado 'artilhada', nem demasiado 'estabelecida', nem demasiado 'premium'.

Isto faz com que seja difícil destacar-se.

 

Este detalhe não invalida que o BQ Aquaris X5 seja capaz de surpreender.

É.

 

6 Coisas Que Aprendi Com Uma Semana de BQ Aquaris X5

Imagem: Telemoveis.com/Daniel Galvão

 

#3. O BQ Aquaris X5 Oferece Uma Experiência Sonora Fantástica.

 

Quero esclarecer já isto consigo: o som no BQ Aquaris X5 é fantástico.

Os motivos para isto estão na combinação de dois factores:

 

  1. • Da tecnologia Dolby Atmos
  2. • Das variedade de opções do Cyanogen OS

 

O resultado é um telemóvel que proporciona uma excelente experiência auditiva.

Eu gostei mais de ouvir música no BQ Aquaris X5 do que no meu telemóvel pessoal.

 

Uma parte importante desta experiência deve-se às pré-configurações do Cyanogen OS, que são personalizáveis.

As opções que oferece são imensas.

 

Para mim, que não sou do tipo de configurar o telemóvel em cada música que ouço, chega a ser demais.

Eis os factos: a experiência já é boa ao natural, sem colunas ou auscultadores ligados.

 

Mas fica ainda melhor - e mais imersiva - se lhe juntarmos um bom par de auscultadores.

Quando experimentei ouvir música no BQ Aquaris X5 pela primeira vez, fiquei impressionado com a qualidade da experiência.

 

Nas chamadas telefónicas também registei boa qualidade de som. Raramente registei quebras.

A única vez que isso aconteceu foi numa área com fraca cobertura de rede.

 

Não tive oportunidade de confirmar a qualidade da recepção (do outro lado), mas em todas as conversações que tive fiquei sempre com a impressão de ser escutado com clareza.

Definitivamente um dos pontos altos do telefone.

 

#2. O BQ Aquaris X5 é Razoável Para Jogos e Multimédia.

 

Um ecrã HD de 5 polegadas está longe de ser uma coisa má.

Pelo contrário.

 

Mas isto muda de perspectiva quando passamos de um ecrã Full HD de 6 polegadas.

É um downgrade em qualidade e em medidas.

 

O que o BQ Aquaris X5 compensa em formato compacto, retira no prazer de consumir certos tipos de conteúdos.

Nunca fui fã de ver vídeos no telemóvel, mas reconheço que um ecrã de grandes dimensões é convidativo para isto mesmo.

 

O BQ Aquaris X5 não seria a minha primeira opção para isto.

Se o consumo for ocasional, cumpre os requisitos mínimos; mas para uma utilização contínua o melhor é investir num telemóvel de maiores dimensões.

 

Com jogos a experiência é um pouco melhor.

Não estou a dizer que falha nestes aspectos. Isso não aconteceu comigo.

 

O BQ Aquaris X5 pode até fazer as delícias de alguém que tenha decidido investir €239 num telemóvel.

Especialmente se vier de segmentos mais baixos.

Num cenário assim reconheço neste telemóvel o potencial de fidelizar consumidores à BQ.

 

É pouco provável, mas possível. O inverso é que dificilmente acontecerá.

À excepção da fantástica experiência musical, não vejo justificação para fazer um downgrade para este telefone em particular.

O que me leva - uma vez mais - a reflectir sobre o limbo da BQ no segmento dos telemóveis.

 

6 Coisas Que Aprendi Com Uma Semana de BQ Aquaris X5

Imagem: Telemoveis.com/Daniel Galvão

 

#1. O BQ Aquaris X5 é Melhor Do Que Eu Imaginava.

 

Emtre o BQ Aquaris A.5 e o X5, eu escolheria o X5.

O motivo: a diferença de preços não é abismal

 

 

  1. • O BQ Aquaris A.5 custa €179,90
  2. • O BQ Aquaris X5 custa €239,90

 

Eu sei - ainda assim são €60 de diferença.

Mas por esse valor leva para casa um telemóvel consideravelmente melhor.

A meu ver isso vale a pena o investimento.

 

Estes não são os únicos argumentos a favor do telemóvel.

O BQ Aquaris X5 tem 16 GB de armazenamento.

Eu recordo que esta é uma gama que normalmente começa nos 8 GB, por preços mais ou menos equivalentes ao do X5.

 

E depois há os 2 GB de RAM.

Este ano provavelmente vão tornar-se mais comuns, mas até há pouco tempo não o eram.

A norma até aqui tem sido 1 GB de RAM.

 

Some esses 2 GB ao Cyanogen OS, optimizado para ter um excelente desempenho, e não se irá desiludir.

Eu sei que não me desiludi, e até fiquei surpreendido com o desempenho do telefone.

 

O mesmo se pode dizer da bateria. São quase 3000 mAh (2900 mAh).

Há phablets com capacidades equivalentes, só que encaixadas em medidas bem menos elegantes que o X5. 

 

6 Coisas Que Aprendi Com Uma Semana de BQ Aquaris X5

Imagem: Telemoveis.com/Daniel Galvão

 

7,818