NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Android Silver. A iniciativa da Google que não convenceu as fabricantes de telemóveis

Android Silver. A iniciativa da Google que não convenceu as fabricantes de telemóveis

terça-feira, 21 outubro, 2014 /
Android Silver. A iniciativa da Google que não convenceu as fabricantes de telemóveis

Nem todos os empreendimentos da Google culminam em sucesso, mesmo aqueles que se baseiam em plataformas bem-sucedidas. A iniciativa Android Silver é um exemplo recente

*Artigo publicado originalmente no iOnline

A iniciativa da Google quis apostar mais em lançamentos de smartphones que corressem versões menos personalizadas do Android, ou seja, versões mais ‘despidas’ e próximas da experiência que podemos obter nos aparelhos Nexus da empresa norte-americana.

Esta limitação forçada da sua plataforma teria o objectivo de facilitar a vida à comunidade de programadores de aplicações para Android - é que havendo menos versões do sistema operativo seria mais fácil assegurar a compatibilidade das apps com vários dispositivos, bem como as suas respectivas actualizações.

As fabricantes de smartphones, contudo, não se sentiram encorajadas por esta abordagem. Amtes pelo contrário, a ideia de partilhar o ‘branding’ dos seus aparelhos com a Google parece ter reforçado a necessidade de personalizarem as suas próprias interfaces daquela plataforma. Por outro lado, uma versão claramente mais limitada do Android correria o risco de também não ser bem recebida pelo consumidor comum, o que poderia favorecer claramente a concorrência.

As informações surgem menos de uma semana depois da introdução da nova versão do sistema operativo móvel da empresa, o Android Lollipop. O Recode reporta que, embora este feedback possa implicar o fim da iniciativa Android Silver tal como a conhecemos, isto não significa que a Google vá desistir dos seus esforços.

De facto, o site afirma que a empresa norte-americana deverá continuar a procurar formas de limitar a personalização das fabricantes no seu sistema operativo, à semelhança do que fez com a primeira edição do Android Wear (para dispositivos wearable), que inclui opções de personalização limitadas.

3,150