NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Análise. Samsung Galaxy S6 Edge Plus

Análise. Samsung Galaxy S6 Edge Plus

quinta-feira, 08 outubro, 2015 /
Análise. Samsung Galaxy S6 Edge Plus

Hoje trazemos-vos o actual topo de gama da Samsung, o Samsung Galaxy S6 Edge Plus.


*Imagem por: Telemoveis.com

**Conheça todas as características do Samsung Galaxy S6 Edge Plus, aqui.

***Equipamento cedido por: Vodafone Portugal

 

Ao longo dos anos, a Samsung tem-se vindo a assumir como líder no mercado das telecomunicações no que ao sistema operativo Android diz respeito, com muitos milhares de equipamentos comercializados numa base quotidiana.

Após a análise ao Samsung Galaxy S6, decidimos examinar o novo topo de gama da gigante sul-coreana, o Samsung Galaxy S6 Edge, que vem acrescentar algumas funcionalidades e especificações superiores à sua primeira versão.

#1 – Samsung Galaxy S6 Edge Plus. Ecrã, Design e Ergonomia

A nível de construção, o Galaxy S6 Edge é pautado por materiais considerados de “luxo” como alumínio e vidro, em conjunto com o mesmo design inovador inicialmente apresentado pelo seu antecessor, com uma espessura de apenas 6.9 milímetros e um peso de 153 gramas, o que pode ser considerado um autêntico feito tendo em conta o tamanho do equipamento.

Quanto ao ecrã, tem uma dimensão de 5.7” polegadas Dual Edge com uma qualidade de imagem Super AMOLED Quad HD (1440 x 2560p), conferindo uma fantástica visualização e nitidez de imagem. As cores são vibrantes e com uma excelente saturação, provocando um óptimo contraste na visualização de conteúdos.

Já em termos ergonómicos e, por incrível que pareça, o Galaxy S6 Edge é bastante manuseável. Mais uma vez e apesar das 5.7” polegadas de ecrã, o Galaxy S6 Edge Plus consegue ser utilizado com apenas uma mão devido não só à pequena espessura como também ao vidro presente na traseira, que inesperadamente "cola" razoavelmente bem nos dedos de suporte. 
 

GalaxyS6EdgePlus-1

GalaxyS6EdgePlus-2

GalaxyS6EdgePlus-3

Imagem por: Telemoveis.com

#2 – Samsung Galaxy S6 Edge Plus. Câmara

Chegámos a um dos principais pontos desta análise e também a uma das bandeiras exibidas pela Samsung aquando da apresentação do equipamento. A câmara principal do Galaxy S6 Edge vem com uma resolução de 16 MP com estabilização óptica de imagem, esperando-se deste modo uma das melhores câmaras do mercado.
 

GalaxyS6EdgePlus-5

Imagem por: Telemoveis.com

A fotografia acima exemplifica uma paisagem no decorrer do dia, na qual é possível verificar a enorme qualidade que a Samsung empregou na construção da câmara do Galaxy S6 Edge Plus. As cores são bastante definidas, evidenciando um nível de detalhe apenas ao alcance dos melhores. A estabilização óptica de imagem dá uma preciosa ajuda à qualidade final da fotografia ao permitir a câmara fixar a imagem, mesmo com os movimentos naturais e involuntários que por vezes o utilizador pode fazer ao captar uma fotografia.
 

GalaxyS6EdgePlus-4

Imagem por: Telemoveis.com

Quanto à mesma imagem retirada em período nocturno, o Galaxy S6 Edge Plus demonstrou um excelente comportamento, ao conseguir com que uma imagem da qual pouco se vê, muito fosse captado, nomeadamente no que respeita aos detalhes e até mesmo às cores, que se tornam quase mais visíveis do que a olho nu. Sem dúvida um excelente trabalho da Samsung no que à fotografia diz respeito.

Por fim, a câmara filma numa resolução máxima de 2160p a 30 frames por segundo, existindo ainda outras opções como gravação a 1080p a 60 frames por segundo ou ainda a 720p a 120 frames por segundo. Para quem realmente gostar de gravar vídeos com o smartphone, aconselho vivamente a filmagem a 1080p a 60 frames por segundo, que realmente faz bastante diferença em termos de velocidade de reprodução de imagem, o que confere uma sensação muito mais realista e similar ao olho humano.

#3 – Samsung Galaxy S6 Edge Plus. Entretenimento.

Tendo em conta as especificações presentes no Galaxy S6 Edge Plus, não se poderá esperar outra coisa que não uma excelente experiência de entretenimento. E de facto, no que respeita à jogabilidade, visualização de vídeos em alta-resolução assim como navegação na internet, muito dificilmente o consumidor conseguirá encontrar um equipamento móvel que supere o Galaxy S6 Edge Plus.

A nível de jogabilidade, não é de mais afirmar que o Galaxy S6 Edge Plus é uma autêntica consola de jogos móvel. Isto porque após terem sido testados vários jogos de altas exigências gráficas, entre eles o jogo “Need for Speed: No Limits” e ainda o “FIFA 16”, o equipamento demonstrou um comportamento fantástico, mesmo no decorrer de (quase) uma hora seguida a jogar cada um deles. O processador não provocou qualquer tipo de sobreaquecimento evidente, tendo ainda a reprodução de ambos os jogos ter decorrido sem quaisquer obstáculos ou dificuldades.

A visualização de vídeos em alta-definição também demonstrou uma potencialidade enorme. O ecrã Quad HD debita uma enorme resolução que permite a visualização de vídeos acima de 1080p, oferecendo ao utilizador uma qualidade de reprodução praticamente ímpar. A nível mais funcional a reprodução é bastante fluída, sendo que mais uma vez, não foram detectadas quaisquer dificuldades por parte do Galaxy S6 Edge Plus em reproduzir fosse o que fosse.
Por fim, a navegação na internet. Neste âmbito e a par das duas componentes acima exploradas, a navegação na internet é também ela exemplar, fruto não só da qualidade e resolução do ecrã como também da presença do mesmo nas margens, imagem de marca que ficou patente no Galaxy Note Edge e que também marca presença no Galaxy S6 Edge Plus.

#4 – Samsung Galaxy S6 Edge Plus. Processamento.

A tarefa de processar dados no Galaxy S6 Edge Plus está a cargo de um processador Exynos 7420 a oito núcleos (Quad-Core a 1.5 GHz e Quad-Core a 2.1 GHz) fabricado pela própria Samsung. Em termos de performance, há que esperar um excelente desempenho por parte do equipamento, algo que se veio a verificar de modo bastante evidente.

A alternância entre ecrãs é fluida, rápida e eficaz, tendo-se notado apenas alguma hesitação aquando da mudança para o ecrã correspondente à aplicação Flipboard, acessível por defeito através do arrastamento de ecrã para o lado esquerdo a partir da página inicial. Contudo, não compromete em absolutamente nada a utilização do dispositivo, sendo este apenas um pequeno detalhe num equipamento óptimo em praticamente todos os aspectos.

Um bom exemplo da capacidade de processamento do Galaxy S6 Edge Plus é a sua pontuação na famosa aplicação AnTuTu que, curiosamente, ficou alguns pontos abaixo do seu irmão mais pequeno, o Galaxy S6, não deixando no entanto de obter uma classificação impressionante.
 

GalaxyS6EdgePlus-6

Imagem por: Telemoveis.com

#5 – Samsung Galaxy S6 Edge Plus. Memória.

A par de poucos equipamentos também presentes no mercado, o Samsung Galaxy S6 Edge Plus ostenta uma quantidade de memória RAM na ordem dos 4 GB, capacidade digna de um verdadeiro topo de gama e que, dada a utilização mais comum que se dá a um smartphone, até pode ser considerada em demasia.

Como tal, esperou-se um desempenho multitarefa virtualmente infalível que, após uma utilização intensiva neste sentido – múltiplas aplicações com diferentes exigências abertas em simultâneo – se veio a verificar como sendo claramente superior a grande parte das propostas actualmente presentes no mercado. O Galaxy S6 Edge Plus demonstrou um comportamento fantástico, alternando entre várias aplicações sem evidenciar qualquer esforço ou necessidade de encerrar alguma de forma a optimizar a performance nas restantes. Todos os aplicativos correram na perfeição, sendo que rapidez e eficácia foram as palavras de ordem.

Quanto à memória interna, o Galaxy S6 Edge Plus apresenta-se em duas versões: uma com 32 GB de armazenamento interno e outra com 64 GB. Este constitui possivelmente o único capítulo onde a Samsung poderia ter apresentado outras propostas, nomeadamente uma que correspondesse às exigências cada vez mais tendenciosas do mercado de alta gama onde já se encontram presentes alguns dispositivos com 128 GB de memória interna. Para mais, o Galaxy S6 Edge Plus não disponibiliza a possibilidade de expansão de memória via cartão Micro SD, obrigando o consumidor a contentar-se com aquilo que vem na caixa e nada mais, o que é uma pena para quem é adepto em guardar e visualizar filmes em alta-definição no smartphone, já que neste caso, fica claramente com as suas opções limitadas.
#6 – Samsung Galaxy S6 Edge Plus. Conectividade e Bateria.
 

As opções de conectividade presentes no Galaxy S6 Edge Plus correspondem a todas aquelas esperadas num terminal que se preze e mais. O utilizador poderá contar com a presença de ligação 4G LTE, tecnologia NFC e um sensor biométrico de impressão digital incorporado no botão físico correspondente à página inicial, tecnologia que tem vindo a ser incorporada desde o Samsung Galaxy S5. Como cereja em cima do bolo, a Samsung ainda disponibiliza um sensor de batimentos cardíacos e ainda a possibilidade de calcular a percentagem de oxigénio no sangue, através de um sensor SpO2 que pode ser utilizado em conjunto com a aplicação S Health, instalada por defeito no equipamento.

Por fim a bateria, que no caso do Samsung Galaxy S6 Edge vem com uma capacidade de 3.000 mAh, quantidade que corresponde a grande parte dos dispositivos que concorrem na mesma linha. Após uma utilização moderada (com o brilho do ecrã automático, sem jogar durante muito tempo ou aceder à internet através de rede móvel) o Galaxy S6 Edge Plus aguentou-se ligado durante perto de dois dias.

Contudo e com uma utilização um pouco mais intensiva, o dispositivo diminui drasticamente a sua autonomia, tendo conseguido ficar ligado durante cerca de um dia. É de notar que por “utilização intensiva” nos referimos a uma utilização na qual foi colocado o brilho do ecrã no máximo, acedido a várias aplicações durante bastante tempo e colocadas outras a correr em segundo plano.

#7 - Samsung Galaxy S6 Edge Plus. Conclusão.

Depois de analisado o Samsung Galaxy S6 Edge Plus em vários aspectos, a questão não passa tanto pela qualidade do dispositivo em si, mas sim em como é que a Samsung poderá fazer melhor. Com excepção da duração da bateria e do armazenamento interno (e falta de entrada para cartão Micro SD), não há muito que se possa apontar ao equipamento, excepto que é possivelmente o melhor dispositivo em todos os aspectos que alguma vez analisámos.

A performance geral com a versão 5.1.1 do Android (Lollipop) é fantástica, mesmo com alguma quantidade de software próprio da Samsung e que vem instalada por defeito, algo a que a Samsung prestou alguma atenção desde o lançamento do Galaxy S6, no qual a quantidade de aplicações próprias da marca foi substancialmente diminuída, tornando a experiência bastante mais simples e leve, opção que manteve (e bem) no Galaxy S6 Edge Plus.

Resta-me dar os parabéns à Samsung pelo fabrico de mais um excelente dispositivo que, apesar de não ser para todos os bolsos, é realmente digno de representar o estabelecimento de mais uma fasquia que será certamente difícil de ultrapassar.
 

PREÇO

Samsung Galaxy S6 Edge Plus, 32GB – 799.99 €.
Samsung Galaxy S6 Edge Plus, 64 GB – 899.99 €.

Prós

- Incrível qualidade de imagem.
- Excelente desempenho geral.
- Qualidade da câmara (fotografia e vídeo).
- Memória RAM de 4 GB.
 

Contras

- Preço.
- Autonomia.
- Armazenamento interno. 
 

Siga-nos no Instagram!

6,461