NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Alta sofisticação domina a Taipei Telecom 2000

Alta sofisticação domina a Taipei Telecom 2000

sábado, 25 agosto, 2001 /
A alta sofisticação é a nota dominante da feira "Taipei Telecom 2001", que, desde quinta-feira, mostra na capital de Taiwan as pequenas maravilhas do sector das telecomunicações. A alta sofisticação é a nota dominante da feira "Taipei Telecom 2001", que, desde quinta-feira, mostra na capital de Taiwan as pequenas maravilhas do sector das telecomunicações. Um telemóvel mais pequeno do que a palma da mão, com um ecrã de vídeo do tamanho de um cartão de crédito com acesso à Internet, é um dos produtos patentes na exposição que mais despertou a atenção do público. Através do diminuto dispositivo móvel, o utilizador pode optar entre estabelecer uma videoconferência, receber informação meteorológica ou estar a par das oscilações do mercado bolsista. O produto integra os serviços de 3/a geração de telefonia móvel para a NTT DoCoMo, o principal operador do sector no Japão. Os nipónicos deverão esperar até Outubro para poder utilizar o primeiro serviço mundial de 3/a geração, denominado FOMA (as siglas em inglês de "Liberdade de Acesso Multimédia"). Este avançado vídeotelefone é apenas uma das muitas novidades apresentadas na mostra de telecomunicações, transformada num ponto de encontro para as empresas de Taiwan e estrangeiras e um indicador da pulsação do sector. Taiwan espera que o FOMA da NTT DoCoMo, que um grupo de 3.300 magnatas estão a experimentar no Japão, chegue à ilha em finais deste ano ou início de 2002, com uma maior velocidade de ligação à Internet e capaz de descarregar vídeos e música a partir do telemóvel. Além disso, segundo os peritos, a tecnologia de 3/a geração permite transmitir informação 40 vezes mais rápido que os actuais telemóveis, o que para a maioria dos protagonistas da feira significa que a indústria das telecomunicações avançou com maior rapidez que o mercado. Mas a recessão da economia mundial também tem o seu eco no sector. Por isso, os fabricantes preferem centrar-se na melhoria dos dispositivos actuais de 2/a geração ou 2,5 G. Esta utiliza a tecnologia GPRS, um serviço acrescentado que permite enviar outros serviços que não de voz através do telemóvel e uma ligação seis vezes mais rápida que o WAP, o protocolo de navegação Internet para dispositivos móveis. Companhias como a Siemens, Samsung, Alcatel, GVC e Ulycom anunciaram a apresentação dos seus últimos modelos GPRS, que vão estar disponíveis ao público de Taiwan em Setembro ou Outubro deste ano. A feira, que é também um escaparate do protagonismo desempenhado por Taiwan no sector, destacou-se entre o resto dos eventos internacionais após o êxito registado na edição transacta, quando atraiu 50.000 visitantes e 100 empresas expositoras. A ilha desenvolveu nos últimos anos uma forte indústria das telecomunicações baseada na sua experiência no domínio da informática. Taiwan especializou-se em equipamentos terminais sem fios, que ocuparam, em 2000, 43,9 por cento da produção em telecomunicações da ilha, tendo também desenvolvido, nos últimos anos, uma forte indústria produtora de telemóveis para marcas internacionais.
2,667