NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
A Nokia vendeu mais Lumias este ano, mas as receitas caíram

A Nokia vendeu mais Lumias este ano, mas as receitas caíram

quinta-feira, 18 abril, 2013 /
A Nokia vendeu mais Lumias este ano, mas as receitas caíram

A Nokia vendeu 5.6 milhões de Lumias durante o primeiro trimestre fiscal de 2013, mas ainda assim não impediu que as quedas nas receitas fossem maiores que o esperado.

Formular uma opinião em relação ao primeiro trimestre fiscal de 2013 da Nokia promete causar alguma confusão. É que se por um lado a empresa finlandesa conseguiu aumentar as vendas da sua gama de smartphones Lumia, por outro as receitas geradas ficaram aquém das suas expectativas.

'Temos áreas onde estamos a fazer progressos e áreas onde estamos a aumentar o foco. Por exemplo, as pessoas estão a responder positivamente ao portefólio Lumia, e os nossos volumes estão a aumentar de trimestre para trimestre. A Nokia Siemens Networks também obteve um trimestre forte e contribuiu para uma melhoria geral na posição financeira do Grupo Nokia. Por outro lado, o nosso negócio dos telemóveis está a enfrentar um ambiente competitivo, e nós estamos a considerar acções tácticas e a trazer novas inovações ao mercado para endereçar os nossos desafios', comentou Stephen Elop, director executivo da Nokia. Mas como é que isto se traduz, de facto, em números?

A Nokia vendeu mais Lumias este ano, mas as receitas caíram

A Nokia expediu cerca de 5.6 milhões de unidades de smartphones Lumia, um número superior aos 2 milhões registados no mesmo período do ano passado. Comparativamente ao último trimestre fiscal de 2012 isto representa um aumento de 27%. Este 'salto' é resultado de um aumento das vendas para os mercados internacionais. Mas a Nokia continua a lutar por uma posição significativa em mercados essenciais como os EUA, onde a tendência é de decréscimo. A empresa terá vendido cerca de 400 mil Lumias, o que se traduz numa queda anual de 33% - abaixo das 700 mil unidades do último trimestre de 2012.

Só que se a gama de smartphones Lumia está a elevar a Nokia, os restantes telemóveis da empresa não: as quedas de vendas estão realmente a acentuar-se, e os decréscimos trimestrais situam-se actualmente nos 30%. Ao todo, a Nokia vendeu 61,9 milhões de telemóveis, resultados inferiores às expectativas dos analistas, que previam valores na ordem dos 73 milhões de unidades.

3,024
Tags
Nokia