NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
A Apple e a Yahoo poderão ser as melhores amigas

A Apple e a Yahoo poderão ser as melhores amigas

quarta-feira, 10 abril, 2013 /
A Apple e a Yahoo poderão ser as melhores amigas

Poderia a Yahoo! tornar-se numa alternativa à Google, para a Apple? O Wall Street Journal pensa que sim, embora não para já.

Poderão a Apple e a Yahoo! ser as próximas 'melhores amigas' dentro do segmento empresarial? A julgar pelas informações avançadas pelo Wall Street Journal, há uma hipótese real de haver uma maior aproximação entre as duas empresas.

A Apple já disponibiliza aplicações da Yahoo! com informações meteorológicas e financeiras, mas as coisas poderão evoluir. Tendo em conta que a Yahoo! não está no negócio do hardware, a empresa liderada por Marissa Mayer poderá revelar-se numa parceira de conteúdos/dados alternativa à Google, o que serviria para diminuir a dependência da Apple da sua concorrente norte-americana - especialmente porque ambas apresentam uma concorrência renhida dentro do segmento dos smartphones.

A Apple e a Yahoo! poderão ser as melhores amigas

Em que medida se poderia esta parceria revelar favorável para ambas? Por um lado existe a hipótese de a Yahoo! fornecer ainda mais dados à assistente virtual do iPhone, a Siri. Por outro lado a Apple também poderia pré-carregar nos seus dispositivos conteúdo pertencente à Yahoo!. Não significa, contudo, que o motor de busca pré-definido do iPhone deixe de ser o da Google - a parceria entre a Yahoo! e a Microsoft, que teve início em 2009 e só deverá terminar em 2019, significa que os resultados das pesquisas do motor de busca da empresa de Marissa Mayer continuam a ser fornecidos pelo Bing da Microsoft. E se tivermos em conta o historial de competição entre as duas empresas, as probabilidades de que a Apple possa ceder nesse sentido são mínimas.

O acordo não será eminente, mas caso se confirme a sua veracidade significa que a actual directora-executiva da Yahoo! está empenhada em trazer os serviços da empresa para o segmento mobile. Quem sabe?

2,988