NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Apple iPad - 10 Tablets Alternativos

Apple iPad - 10 Tablets Alternativos

terça-feira, 16 outubro, 2012 /
Apple iPad - 10 Tablets Alternativos

Não é fã do Apple iPad, mas não descarta a hipótese de adquirir um tablet? Conheça estas 10 interessantes alternativas ao Apple iPad!

Quando falamos em tablets, dificilmente não nos surge o termo Apple e iPad na cabeça - o que é compreensível dada a popularidade dos dispositivos da fabricante da maçã. Mas existe vida para além do Apple iPad e, em especial no segmento dos tablets, variedade é coisa que não falta. Talvez o verdadeiro desafio seja o de escolher a melhor alternativa, especialmente tendo em conta o número de concorrentes, formatos e tamanhos que já estão disponíveis no segmento dos tablets.

Apple iPad - 10 Tablets Alternativos

Se for o seu caso, porque não prestar especial atenção a estas 10 alternativas que enumeramos já a seguir? Consoante o género de utilização que lhe pretender dar, estas seriam as nossas escolhas. Diga-nos o que pensa destes dispositivos!

Google Nexus 7

10 Tablets Alternativos ao Apple iPad

É impossível, nos dias que correm, ignorar a presença do Google Nexus 7. Não é só por ser um tablet com um preço bem mais acessível que o do seu principal concorrente, mas por oferecer muito por tão (relativamente) pouco. Contra si temos a principal desvantagem de ser difícil de o encontrar à venda em alguma superfície comercial, em Portugal - apesar de a Staples ter referido que viria a disponibilizar o tablet, este ainda não se encontra disponível. Por isso mesmo, talvez a melhor solução seja mandá-lo vir do estrangeiro. O preço é definitivamente um dos seus factores mais apelativos, sendo possível encontrá-lo por valores equivalentes a 150 euros.

O Google Nexus 7 vem equipado com um ecrã de 7 polegadas (800 x 1280), câmara de 1.2 MP com suporte para gravação de vídeos em alta definição e processador quad-core de 1.3 GHz, além de correr a mais recente versão do Android.

Amazon Kindle Fire

10 Tablets Alternativos ao Apple iPad

O Amazon Kindle Fire tornou-se um fenómeno nos EUA aquando do seu lançamento, no ano passado. Os motivos? Definitivamente o preço, mas também por - contrariamente a muitas opiniões - oferecer uma experiência de utilização diferente da dos seus concorrentes, inclusive da experiência de outros tablets Android. Há todo um ecossistema por detrás deste tablet de 7 polegadas, associado à infinidade de conteúdos disponíveis na Amazon e a um dispositivo cujo tamanho lhe confere mais portabilidade que ao iPad.

O Amazon Kindle Fire vem equipado com um ecrã IPS TFT de 7 polegadas (1024 x 600) e apresenta um processador dual-core de 1 GHz, além de correr numa interface baseada em Android mas totalmente personalizada pela gigante norte-americana, que também conta com a sua própria loja de aplicações. Sendo um tablet da própria Amazon, tem como principal ponto forte o acesso à infinidade de conteúdos disponíveis na gigante norte-americana.

BlackBerry PlayBook

10 Tablets Alternativos ao Apple iPad

Apesar de já não ser propriamente novo, a verdade é que o BlackBerry PlayBook é um excelente tablet. Além de um look elegante, as suas capacidades multitasking foram (na altura) invejáveis face à concorrência. O único downside poderá ser, de facto, a aparente falta de aplicações comparativamente aos seus concorrentes. Por outro lado, é uma excelente ferramenta para uso profissional, com acesso aos já reconhecidos serviços da RIM.

O BlackBerry PlayBook apresenta um ecrã TFT de 7 polegadas (600 x 1024), câmara de 5 MP (2592x1944) com suporte para gravação de vídeos em HD e, mais recentemente, suporte 4G. O processador dual-core de 1 GHz garante uma performance razoável, mas o grande destaque deste dispositivo será sem dúvida alguma o seu excelente multitasking.

Samsung Galaxy Note 10.1

10 Tablets Alternativos ao Apple iPad

O Samsung Galaxy Note 10.1 poderá não ser um tablet tão acessível como os anteriores, mas é provavelmente um dos concorrentes mais capazes de enfrentar o Apple iPad. Este tablet de 10.1 polegadas poderá ser especialmente atraente para utilizadores que elejam os conteúdos multimédia e a navegação na Web como suas principais ocupações. Também a adição da S-Pen contribui para diferenciar este aparelho face à concorrência, já que nos permite interagir de novas maneiras com a sua interface e, inclusive, dar asas à criatividade.

O Samsung Galaxy Note 10.1 vem equipado com um ecrã TFT (800 x 1280), suporta expansão de memória via microSD até 64 G e inclui uma câmara de 5 MP com suporte para gravação de vídeos HD, além de apresentar um processador quad-core de 1.4 GHz que lhe garante uma excelente performance.

Samsung Galaxy Note II

10 Tablets Alternativos ao Apple iPad

Com a apresentação do seu antecessor, ainda em 2011, a Samsung tentava atirar-se a um novo segmento de mercado - que começa hoje a exibir o seu verdadeiro potencial, já que vários dispositivos de categorias semelhantes serão anunciados brevemente pela concorrência. Com especificações técnicas de topo, aquilo que mais poderá cativar os utilizadores neste dispositivo é, de facto, o seu tamanho - nem é demasiado pequeno para ser um smartphone, nem sabemos ainda se tem tamanho suficiente para ser um tablet. É nesta categoria que se enquadram os phablets, dispositivos geralmente acima das 5 polegadas e que procuram combinar o melhor dos dois mundos. Apesar de não oferecer uma experiência web semelhante à de tablets maiores, o seu tamanho já nos permite usufruir de conteúdos on-the-go, sendo especialmente indicado para os utilizadores mais criativos e que estejam sempre a tirar notas - este dispositivo, tal como o 10.1, também conta com a presença da S-Pen.

O Samsung Galaxy Note II apresenta um ecrã Super AMOLED HD (720 x 1280), o qual é convidativo para apreciarmos conteúdos em alta definição, além de incluir uma câmara de 8 MP com suporte para gravação de vídeos em alta-definição e um monstruoso processador quad-core de 1.6 GHz.

Asus Transformer Pad Infinity

10 Tablets Alternativos ao Apple iPad

Novamente dentro do segmento dos tablets com 10.1 polegadas, o Asus Transformer Pad Infinity destaca-se por combinar aspectos de tablet com os de um notebook, apresentando para isso um teclado-dock que prolonga a sua autonomia de bateria.

Em termos de especificações, o Transformer Pad também se apresenta como um dispositivo competitivo: ecrã HD (1920x1200), processador quad-core de 1.6 GHz e câmara de 8 MP, além de 1 GB de RAM. Um dos seus factores mais apelativos é sem dúvida as várias opções de conectividade que disponibiliza, tais como o seu suporte para cartões SD e portas USB.

Acer Iconia Tab W500

10 Tablets Alternativos ao Apple iPad

O Acer Iconia Tab W500 corre Windows 7. Se forem do tipo de utilizador profissional que se sente mais confortável com um sistema operativo de computador, o Acer Iconia Tab W500 poderá ser uma alternativa a ter em conta - embora aqui tenhamos que sublinhar que a navegação tende a tornar-se algo confusa, pelos motivos óbvios de que estamos a utilizar um sistema operativo desenhado a pensar numa experiência de computador. O Acer Iconia Tab W500, contudo, também inclui um teclado-dock que prolonga a sua autonomia de bateria e que faz com que a sua experiência de navegação se aproxime mais de um computador do que de um tablet.

O Acer Iconia Tab W500 vem equipado com um processador dual-core de 1 GHz, 2 GB de RAM e com um ecrã de 10.1 polegadas (1200 x 800), sendo talvez a experiência Windows 7 mais agradável com que nos deparámos dentro do segmento dos tablets. É uma proposta interessante para utilizadores que ainda não se sentirem 100% confortáveis fora do ambiente PC, mas que requeiram alguma portabilidade.

Barnes & Noble Nook Tablet

10 Tablets Alternativos ao Apple iPad

Entrando novamente no segmento dos tablets de 7 polegadas, a Barnes & Noble lançou o Nook Tablet a pensar nos utilizadores ávidos por consumir multimédia, e em especial e-books. É definitivamente uma proposta interessante para os leitores mais atentos, já que este é um dispositivo direccionado para amantes de e-books que não consigam passar um dia sem ler. O seu ecrã é um dos principais destaques do aparelho, que por sinal também apresenta uma performance suave e um preço mais acessível que o seu principal concorrente: o iPad.

Sony Tablet S

Apple iPad - 10 Tablets Alternativos

É impossível confundir o Sony Tablet S com o iPad - o aparelho da Sony apresenta um design, no mínimo, único. Com um ecrã de 9.4 polegadas, o design ergonómico do Sony Tablet S assenta num processador de 1 GHz, 1 GB de RAM e numa câmara de 5 MP, além de uma autonomia razoável de bateria. Sendo um dispositivo Sony, também permite que os seus utilizadores tenham acesso exclusivo a alguns serviços da gigante nipónica.

Microsoft Surface

Apple iPad - 10 Tablets Alternativos

Ainda não chegou ao mercado, mas já não teremos que esperar muito. O Microsoft Surface é o primeiro tablet da gigante norte-americana e vem inaugurar a nova geração de tablets Windows 8. As vantagens face aos tablets com Windows 7 é que este sistema operativo foi criado a pensar tanto em utilizadores de PC como de tablets. Por outro lado, a desvantagem é a de que estamos a explorar território novo - pelo que ainda é cedo para afirmarmos, com toda a certeza, de que esta é uma fórmula vencedora. Em termos de especificações estamos perante um tablet topo-de-gama e que deverá servir de "standard" para os tablets Windows 8 que se seguirem, além de que é uma proposta verdadeiramente diferente do ambiente iOS e de toda a concorrência Android. Novidade é, de facto, o termo a ter em conta.

Veja também:


10 Capas para o seu Apple iPhone


Passatempo 760 do iPhone 4 passa para iPhone 5

4,523