NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

MegaUpload, Kim Schmitz quer recuperar bens

segunda-feira, 06 fevereiro, 2012 /
MegaUpload, Kim Schmitz quer recuperar bens

Kim Schmitz, fundador do MegaUpload, quer recuperar bens que lhe foram retirados. Kim Schmitz do MegaUpload já viu liberdade ser negada duas vezes.

Kim Schmitz, fundador do website de partilhas MegaUpload, vai tentar recuperar todos os seus bens de volta. O pedido já foi entregue no Tribunal de Auckland, na Nova Zelândia, país onde Kim Schmitz está detido.

A respeito da detenção de Kim Schmitz no passado dia 20 de Janeiro, o chefe de segurança responsável pela sua casa referiu que «foi uma invasão à casa pela polícia da Nova Zelândia, a pedido do governo dos Estados Unidos», e que «demoraram a pedir ajudar médica quando a mulher de Kim se sentiu mal», acrescentou.

MegaUpload, Kim Schmitz quer recuperar bens

Paul Davidson, advogado de Kim Schmitz, disse que o alemão está «desapontado com a decisão do tribunal da passada sexta-feira», que recusou o pedido de liberdade e optou por manter o fundador do Megaupload sob custódia.

A polícia neo-zelandesa apreendeu a Kim Schmitz um montante de 10 milhões de dólares, cerca de 7,6 milhões de euros, em dinheiro nas instituições financeiras, além de 6 milhões de dólares, 4,6 milhões de euros, em bens, na mansão onde foi preso.

2,841