NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Postura SMS. Quando passar horas ao telemóvel tem consequências físicas

Postura SMS. Quando passar horas ao telemóvel tem consequências físicas

quinta-feira, 20 novembro, 2014 /
Postura SMS. Quando passar horas ao telemóvel tem consequências físicas

O termo foi cunhado por Kenneth Hansraj, um cirurgião ortopédico de Nova Iorque que calculou o impacto que a postura - cabeça para a frente e ombros caídos - causa no ser humano

*Artigo publicado também no iOnline


Segundo o próprio, quando um adulto está a olhar para baixo (neste caso em direcção ao telemóvel) exerce uma força no pescoço que pode variar entre os 12 e os 27 quilos, consoante o grau da inclinação. Isto pode contribuir para dores no pescoço e nas costas, mas também para um desgaste precoce ou até mesmo degeneração. Nos piores casos pode obrigar a intervenções cirúrgicas.

Ao prolongar esta posição repetidamente, durante várias horas por dia, vai-se exercer demasiada pressão na coluna cervical. O termo “SMS”, contudo, pode ser ligeiramente enganador - o fenómeno afecta não só quem vive para trocar mensagens no telemóvel, mas também para quem passa demasiado tempo a navegar na internet, a correr aplicações, jogar ou simplesmente a navegar no Facebook. Um dos pacientes de Hansraj, por exemplo, passava até quatro horas por dia a jogar no seu iPad.

O segredo, de acordo com o cirurgião, está na posição do smartphone em relação ao corpo do utilizador. Algumas recomendações passam por elevar o ecrã a uma altura boa para o pescoço, de forma a não proporcionar demasiado tempo sob stress.


3,700