NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Portugueses estão a falar mais ao telemóvel

Portugueses estão a falar mais ao telemóvel

quinta-feira, 19 junho, 2014 /
Portugueses estão a falar mais ao telemóvel

O maior número de adesões a ofertas com chamadas ilimitadas está a contribuir, diz ANACOM

 

Portugueses andam a falar mais ao telemóvel

Mercado em Portugal - O mercado das comunicações móveis gerou 457 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, segundo a ANACOM, o que se traduziu numa queda de 11,7% comparativamente ao mesmo período de 2013.

Em contrapartida, o tempo de conversação parece ter aumentado para uma média de 166 minutos por mês, o que representa um crescimento de 11,6% comparativamente ao Q1 do ano anterior.

Os primeiros três meses do ano também permitiram registar cerca de 16,3 milhões de cartões SIM activos, ou menos 2% que os últimos três meses do ano passado. Este número, contudo, poderá induzir em erro: apenas 78%, ou 12,7 milhões, terão sido efectivamente utilizados durante o trimestre.

O número de cartões SIM efectivamente utilizados sofreu uma ligeira redução para 11,6 milhões após terem sido excluídos os cartões SIM usados em placas/modem e equipamentos máquina-a-máquina.

Neste cenário, a maior fatia pertence à MEO, que detém 46,7% dos 11,6 milhões de cartões SIM, seguida da Vodafone com 38,8%. A NOS ocupa o terceiro lugar da tabela, com 12,7%.

Chamadas ilimitadas - Houve uma maior adesão dos consumidores portugueses a tarifários com chamadas ilimitadas, o que poderia não só explicar o aumento dos tempos de conversação, como também o crescimento de 11,3% dos tarifários pós-pagos em relação ao Q4 de 2013.

Já os planos combinados/híbridos registaram um aumento de 4,7%. Este crescimento superou inclusive as expectativas da ANACOM, que afirma que o aumento ficou acima «das previsões resultantes da tendência histórica e do efeito sazonal estimado».

O tempo médio das chamadas originadas na rede móvel foi de 158 segundos por chamada, mais 7 segundos do que no último trimestre de 2013. O valor médio gasto na mensalidade foi de 14,10 euros durante os três primeiros meses de 2014.

3,513