NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
O Airbnb vai transformar anfitriões em guias turísticos e o surf português pode ganhar com isso

O Airbnb vai transformar anfitriões em guias turísticos e o surf português pode ganhar com isso

segunda, 19 dezembro, 2016 /
O Airbnb vai transformar anfitriões em guias turísticos e o surf português pode ganhar com isso

Ao introduzir o novo separador “Experiências”, o Airbnb passa a oferecer aos utilizadores um pacote que combina alojamento e actividades conduzidas pelos anfitriões.

Portugal Surf Guide

*Está a ler um guest post do Portugal Surf Guide App

O surf em Portugal mobiliza mais de 10 mil atletas federados e 60 mil praticantes. A isto somam-se mais de quatro mil pranchas de surf vendidas anualmente no país e um mercado de material técnico no valor de 100 milhões de euros, segundo dados da Federação Portuguesa de Surf.

A indústria ligada ao surf também contribui com 400 milhões de euros para a economia portuguesa, de acordo com o presidente da Associação Nacional de Surfistas, Francisco Simões Rodrigues.

Da perspectiva turística somos o 10.º país mais procurado da Europa e o 22.º mais procurado do mundo. No entanto, quando o tema é surf, somos o mais pesquisado do mundo.

"As estimativas apontam para que haja 160 milhões de surfistas no mundo. Se Portugal for capaz de captar 10% dessa tribo, 16 milhões de pessoas, isso é o movimento anual de passageiros na Portela. É um nicho com um potencial de milhares de milhões de euros para a economia nacional em sectores como turismo, indústria e educação", segundo Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, citado na Azul Ericeira Mag.

Dá para concluir que o contexto actual do surf português é positivo e favorável. No entanto, graças às novidades introduzidas em Novembro pelo Airbnb, poderá ficar ainda mais - se os portugueses tomarem a iniciativa, claro.

Em Novembro de 2016 o Airbnb anunciou que vai passar a ser mais do que um serviço de aluguer de alojamento; vai transformar-se numa agência de viagens digital. O seu principal atractivo são as experiências locais.

Airbnb Experiências, Lugares

Ao introduzir o novo separador “Experiências”, o Airbnb passa a oferecer aos utilizadores um pacote que combina alojamento e actividades conduzidas pelos anfitriões.

Um dos exemplos desse pacote estadia + actividades (ou “experiência”) está directamente ligado ao surf e pode servir de inspiração para iniciativas semelhantes em Portugal.

A experiência (“Adventure Man”) é uma oferta de três dias que inclui alojamento, pranchas, equipamento de campismo e transporte. O anfitrião é Quinn Carson, um norte-americano de Los Angeles que também serve de guia nas viagens de surf às praias de Malibu.

O surf é apenas uma das várias actividades que podem ser consideradas - e incluídas - nestes pacotes temáticos. Há várias categorias e cada uma oferece diversas propostas diferentes:

  • Desporto
  • Natureza
  • Impacto social
  • Entretenimento
  • Comida
  • Artes e design
  • Moda
  • Bem-estar
  • Gastronomia
  • Lifestyle
  • História
  • Música

 

Inicialmente a oferta vai estar limitada a 500 experiências espalhadas por 12 cidades de todo o mundo, mas a empresa prometeu 39 novas adições para breve.

Os viajantes poderão escolher entre experiências de apenas algumas horas, ou experiências de imersão com duração de alguns dias. O Airbnb também vai disponibilizar trailers que mostram o conteúdo de cada programação.

No separador “Lugares”, os viajantes vão poder visitar locais interessantes que não façam parte dos guias turísticos tradicionais. O conceito propõe que sejam os anfitriões a escolher os seus locais favoritos para dar a conhecer aos visitantes.

Futuramente também serão adicionadas outras funcionalidades, incluindo os separadores “Voos” (para agendar voos) e “Serviços” (que servirá, por exemplo, para alugar automóveis). Estas funcionalidades, contudo, só deverão chegar em 2018.

Inicialmente, as "Experiências" estarão disponíveis em 12 cidades: Paris, Londres, Havana, Tóquio, Miami, Cidade do Cabo, Seul, Los Angeles, Florença, Nairobi, Detroit e São Francisco.. Em 2017 o catálogo vai abranger um total de 50 cidades.

 

 

1,466
Comentários
close