NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Estatísticas - 85% dos jovens usam telemóvel

Estatísticas - 85% dos jovens usam telemóvel

quarta-feira, 04 fevereiro, 2009 /
Quase todos os adolescentes entre os 10 e 15 anos usam telemóvel. A tendência nesta faixa etária continua a ser o uso do computador e da Internet na escola e para fazer trabalhos escolares, mas a sua utilização na área da comunicação pessoal tem vindo a crescer substancialmente. De acordo com o "Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias: 2005 a 2008", o computador era utilizado, no primeiro trimestre do ano passado, por 96,6% dos jovens entre os 10 e os 15 anos e a Internet por 92,7%, enquanto que a utilização do telemóvel fixou-se em 84,6%. Neste último inquérito (2005-2008) observa-se na faixa etária 10-15 anos "um aumento da proporção de utilizadores de computador e Internet", em que a internet registou uma evolução de cerca de 20%, de 73,5 % para 92,7%, de acordo com o INE, que analisa o uso de computador, Internet e telemóvel e recolhe anualmente dados pelas famílias desde 2002. Dentro do mesmo escalão, o uso do telemóvel cresceu mais de 11% desde o ano passado, de 73,3% para 84,6%. Curiosamente, os mais jovens passaram a usar mais as mensagens em vez das chamadas de voz num percentual respectivamente de 95% para 96,1%. Quanto à frequência de utilização, 67,8% destes jovens utilizavam diária ou quase diariamente o computador em 2008 (em 2005 eram apenas 50,7%), e 54,5% a Internet, quando em 2005 apenas 32,0% o faziam. Em 2008, o uso do computador na escola era referido por 87,5 % (89,3% em 2005) destes jovens e o domicílio era apontado por 82,8%, quando apenas 62% referiam o domicílio em 2005. 83% dos jovens acediam à Internet na escola, enquanto que o acesso em casa cresceu de 43,4% em 2005 para cerca de 64% em 2008. E os telemóveis, em linha ascendente e com tendência a evoluir cada vez mais (em 2005, os inquéritos do INE registaram que o telemóvel era usado por 62% da camada jovem), continua a ser imprescindível para cerca de 76,3 da população.
10,273