NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
5 Técnicas para melhorar a sua memória

5 Técnicas para melhorar a sua memória

terça-feira, 22 dezembro, 2015 /
5 Técnicas para melhorar a sua memória

Dificuldades de memória? Siga estes passos.


 
 
Sabia que uma das principais causas para as dificuldades de concentração e memória, advém da sobreutilização de smartphones? De acordo com o jornal The Telegraph, um estudo realizado no Canadá com uma amostra de 2.000 participantes concluiu que o facto do ser humano não conseguir manter um tempo de concentração médio superior a 8 segundos se deve em parte à utilização excessiva de smartphones.
Assim sendo e caso o leitor seja fã das novas tecnologias, particularmente de telemóveis inteligentes, convém saber alguns “truques” e dicas em como não deixar os smartphones afectarem a sua memória.

#1 – Visualização

Já alguma vez entraram numa divisão da vossa casa para ir buscar alguma coisa, mas de repente esqueceram-se do que lá iam fazer? Se sim, esta é a sugestão mais indicada.

Antes de entrar num quarto ou numa outra qualquer divisão, visualize o que lá vai fazer. Desta forma irá aumentar as probabilidades de não se esquecer do que pretende. É de salientar que esta sugestão também se aplica ao mundo digital: antes de abrir uma nova janela ou separador e esquecer-se porque o fez, visualize a informação que pretende procurar.

EnteringRoom

Imagem por: Jenniferscompass

#2 – Jogar Videojogos

Uma das principais sugestões desta lista, o entretenimento através de jogos está provado que ajuda os utilizadores a formarem memória melhores e mais completas, aumentando também a chamada massa cinzenta. Contudo, esta sugestão aparenta aplicar-se apenas a jogos 3D, contrariamente a outros mais antigos ou menos complexos.

Vieogame

Imagem por: Abfdigital

#3 – Agrupe as Memórias

Uma excelente técnica que visa aumentar a probabilidade de se recordar de várias informações em simultâneo consiste no agrupamento de memórias. Mas o que é isto de “agrupar”?

Assumindo o cenário do leitor precisar de se recordar de uma lista de compras. Nessa mesma lista estão presentes itens como tomates, alface, cebola, carne, peixe e bebidas. Um modo de agrupar estes itens seria atribuir uma sigla, ao invés de memorizar as palavras no seu todo. Assim sendo bastaria ao leitor lembrar-se da sigla “TACCPB” para que, quando for fazer as suas compras, saber com maior facilidade o que a sua lista contém. Saiba mais, aqui.

Siglas

Imagem por: Duas-ou-tres

#4 – Não subestime a Música

Esquecermo-nos de nomes e números pode ser fácil, mas de ritmos e músicas que ouvimos já é mais difícil, pois alguns tendem a “pegar”. Se quer aprender uma nova língua, experimente ver / ouvir videoclipes e músicas cantadas no dito idioma, ou até Karaoke. Irá ficar surpreendido com os resultados.

Music1

Imagem por: Theodysseyonline

#5 – Ridicularize o que pretende decorar

A nossa memória visual é bastante mais forte que a verbal. Deste modo, nunca é de mais tentar potenciar a primeira sempre que puder e que precisar de se lembrar de alguma coisa. O vídeo abaixo demonstra bastante bem o conceito de que estamos a falar.
 

Artigo baseado em: LifeHacker

3,456