NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

HTC One (M8) já é oficial: eis tudo o que precisa de saber

terça-feira, 25 março, 2014 /
HTC One (M8) já é oficial: eis tudo o que precisa de saber

Hoje foi dia de HTC One, também conhecido online por HTC One 2014 ou simplesmente pelo seu número de série, HTC One M8 (a edição do ano passada era referida por M7). A apresentação decorreu esta terça-feira (25 Março) em Nova Iorque

Primeiro, um olhar para as especificações técnicas do novo topo-de-gama da fabricante do Taiwan, que está em linha com os topos-de-gama da actualidade.

O novo HTC One vem equipado com:

• Processador quad-core com 2.3 GHz (Snapdragon 801)
• Ecrã Super LCD 3 de 5 polegadas, resolução Full HD (Gorilla Glass 3)
• 16 GB ou 32 GB de espaço de armazenamento, com suporte para cartões microSD até 128 GB
• 2 GB de RAM
• Suporte 4G LTE
• Bluetooth 4.0
• Câmara Dual com 4 MP (2688 x 1520 píxeis, autofocagem, flash Dual LED)
• Câmara frontal de 5 MP
• Android 4.4 KitKat
• Bateria com 2600 mAh

À primeira vista, um olhar entre o novo HTC One e o seu antecessor poderia sugerir que estamos na presença de gémeos, mas a HTC sublinhou na sua apresentação que não pretendeu reproduzir o seu sucesso anterior nesta nova itineração. Isto significa que, apesar de ter optado por se manter fiel à fórmula vencedora do HTC One (2013), existem aspectos que diferenciam o seu novo smartphone da sua edição do ano passado.


Mais Telemoveis.com

Apple iTunes vai chegar ao Android? Billboard sugere que sim
Como controlar o PC remotamente através do smartphone?
Microsoft: aquisição da divisão de serviços e telemóveis da Nokia concluída em Abril


Familiar, mas diferente

O novo HTC One é muito mais metal friendly do que o seu antecessor: a cobertura do primeiro HTC One era composta por 70% de metal, ao passo que esta nova subiu essa percentagem para 90%. A HTC resolveu descartar mais a presença de componentes plásticas neste seu topo-de-gama, e no novo modelo só as podemos encontrar no topo do aparelho, e em parte das suas costas.

O ecrã do M8 também é ligeiramente maior que o do primeiro HTC One: desta vez temos um ecrã de 5 polegadas ao invés de 4,7 polegadas. Manteve-se a resolução e a elevada densidade de píxeis por polegada (441 ppi), que deverão tornar este HTC One num companheiro ideal para usufruir de conteúdos em alta definição.

O posicionamento das colunas do HTC One manteve-se, mas a empresa afirma que desta vez os buracos que têm são 20% maiores do que no seu antecessor. A empresa acredita que esta pequena alteração na sua configuração resulta num som mais profundo, 25% mais alto e potencialmente mais limpo do que no modelo de 2013. A presença de um novo amplificador no HTC One também deverá resultar numa experiência musical superior, incluindo através de auscultadores.


Mais Telemoveis.com

Sony Xperia Z2 Tablet: primeiras impressões
LG G Flex: as nossas primeiras impressões
Samsung Galaxy S4 vs Samsung Galaxy S5


Duo Camera & Expansão de memória

A câmara frontal é de 5 MP e apresenta uma lente com maior abertura (ideal para selfies em grupo, talvez?). Os 4 MP (Ultrapíxeis) mantêm-se da versão anterior, e a HTC afirma que esteve mais preocupada em aumentar a qualidade das suas imagens do que propriamente o seu tamanho. Um aspecto interessante é a chamada Duo Camera, que consiste na adição de uma segunda lente para capturar informações enquanto a principal captura uma fotografia. Isto irá permitir à empresa acrescentar novas funcionalidades à sua experiência de câmara digital (efeitos como o UFocus, que refoca uma imagem mesmo depois desta ter sido capturada). Este é um aspecto em que estamos particularmente curiosos, uma vez que o primeiro HTC One gerou alguns protestos devido ao desempenho da sua câmara em condições de baixa e alta luminosidade.

O suporte de expansão de memória (até 128 GB) também foi uma novidade comparativamente ao HTC One M7, uma vez que foi um pormenor que gerou queixas de utilizadores em todo o mundo.

O novo HTC One também é capaz de monitorizar movimentos do seu utilizador (como passos) e de suportar gestos mesmo que o seu ecrã esteja desligado. Pressionar com o dedo duas vezes no ecrã, por exemplo, vai "acordar" o HTC One, enquanto que um gesto swipe para a direita irá levar o smartphone directamente para o ecrã Blinkfeed.


Mais Telemoveis.com

Sugestão Android: como fazer download de vídeos do Youtube para o smartphone
Sugestão: CamScanner transforma o seu smartphone num scanner
Sugestão Android: Como guardar mapas do Google Maps para consulta offline?


HTC Sense 6 & novo modo de poupança de energia

A nova interface HTC Sense 6 está mais elegante e minimalista (alguns ícones poderão recordar o aspecto do iOS 7), e também inclui um modo de poupança de energia que será capaz de recordar um modo semelhante, presente no Samsung Galaxy S5 - este modo serve para prolongar a autonomia de vida do HTC One em situações onde a mesma possa ser necessária, e permite apenas aceder a chamadas de voz, envio de SMS e e-mails. A HTC afirma que um telefone que esteja com apenas 5% de bateria conseguirá aguentar até 15 horas com este modo activado, enquanto que com a bateria totalmente recarregada poderá aguentar até duas semanas antes de requerer uma nova recarga.

O HTC One M8 começa hoje a ser comercializado no mercado norte-americano, mas ainda estamos a aguardar por informações relativas à sua disponibilidade e preços para o mercado português.

HTC One (M8) já é oficial: eis tudo o que precisa de saber


6,169