NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

Governo turco tenta bloquear acesso ao Twitter

sexta-feira, 21 março, 2014 /
Governo turco tenta bloquear acesso ao Twitter

Os acessos ao Twitter, embora dificultados, continuam a ser possíveis através de um serviço DNS alternativo, cujo endereço está a ser divulgado nas principais redes sociais e nas ruas da Turquia

O acesso ao Twitter foi oficialmente bloqueado esta quinta-feira na Turquia, mas o povo depressa conseguiu arranjar alternativas para contornar as limitações impostas pelo governo. Segundo o Twitturk, que regista e monitoriza dados estatísticos relativos aos utilizadores do Twitter na Turquia, o bloqueio teve um impacto muito pouco significativo no envio de tweets - só nas primeiras 10 horas após o anúncio oficial terão sido enviados mais de meio milhão de tweets, afirmou. Diariamente são enviados 1,8 milhões de tweets.


"O número de mensagens tweetadas por utilizadores na Turquia não baixou desde que o acesso ao Twitter foi banido, de acordo com as estatísticas. Mas não só: as hashtags #TwitterisblockedinTurkey e #TurkeyBlockedTwitter tornaram-se tópicos tendentes globalmente, apenas algumas horas após o Primeiro Ministro Recep Tayyip Erdogan ter anunciado a sua intenção de "limpar" o website de microblogging", afirmou o Hurriyet Daily News.

? Xiaomi Redmi Note, um phablet octa-core por menos de 100 euros

? Sugestão: CamScanner transforma o seu smartphone num scanner

? Cloak para Apple iPhone: uma aplicação para evitar conhecidos indesejados

Desde que o bloqueio foi oficialmente anunciado, esta quinta-feira, que o número de tweets que procuram satirizar o governo turco aumentou. O anúncio, contudo, não terá sido recebido com surpresa. A posição do governo de Recep Erdogan já é conhecida internacionalmente  e, inclusive, em declarações recentes, o Primeiro Ministro turco admitiu a intenção e a forte possibilidade de bloquear também o acesso a plataformas como o Facebook e o Youtube.

Governo turco tenta bloquear acesso ao Twitter

3,580