NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Smartband. Para que serve?

Smartband. Para que serve?

quarta-feira, 27 maio, 2015 /
Smartband. Para que serve?

Smartband: o que é? Saiba o porquê das Smartbands e do fitness andarem de mãos dadas.

 

O QUE SÃO

O papel de um personal trainer pode ser desgastante. Constantemente a verificar e monitorizar os exercícios de quem ajuda, assim como aconselhar e motivar os seus clientes, um “PT” nem sempre tem uma vida fácil.

Porque é que falo de um personal trainer? Porque as smartbands são exactamente isso, um treinador pessoal em formato de pulseira que está sempre consigo. As pulseiras inteligentes são wearables que podem desempenhar um papel crucial no objectivo de atingir uma vida mais saudável, tendo várias funções que, à medida que a tecnologia vai evoluindo, só tendem a aumentar.

Entre as suas principais funcionalidades, o “core” chamemos-lhe assim, assenta na monitorização de dados respeitantes à saúde dos utilizadores. Desde a medição do ritmo cardíaco passando pelo controlo dos exercícios e gravação de dados relativamente aos mesmos através da sincronização com uma aplicação a ser instalada no smartphone, a pulseira inteligente é hoje um equipamento usado por inúmeros desportistas que pretendem levar as suas actividades de fitness a outro nível.

O mercado das pulseiras inteligentes, à semelhança de outros relativos a dispositivos móveis enfrenta cada vez mais concorrência, obrigando as fabricantes a inovar e acrescentar funcionalidades à medida que que a mesma aumenta.

Deixamo-vos com uma pequena lista de algumas pulseiras inteligentes com bastante sucesso no mercado.


#1 – Jawbone Up

Esta pulseira tem variadas funções incluindo a contagem de calorias perdidas/queimadas, passando por uma notificação em forma de vibração que alerta para o facto do utilizador não estar a fazer exercício durante um determinado intervalo temporal que pode ser definido pelo próprio, até à moitorização da qualidade do sono. Com um design simples, a Jawbone Up cumpre o que promete de forma eficaz.

JawboneUp
#2 – Nike Fuel Band SE

A Nike é uma marca reconhecidíssima no âmbito do desporto, logo podemos esperar grandes coisas, sendo que a Nike Fuel Band SE não desilude. Tem um ecrã composto por led’s que indicam várias informações e, em conjunto com a aplicação especialmente desenhada para servir de interface às informações armazenadas pela pulseira, o utilizador pode esperar um registo com qualidade das suas actividades diárias. A monitorização do sono contudo, ainda precisa de ser retocada.

NokeFuel
#3 – Polar Loop

Fabricada por uma empresa finlandesa, a fabricante Polar está presente no ramo do fitness há mais de 30 anos. O utilizador pode esperar um equipamento de qualidade, que irá monitorizar as calorias queimadas, o número de passos dados, entre outras funcionalidades nas quais se insere a medição do ritmo cardíaco.

PolarLoop
#4 – Xiaomi Mi Band

A Xiaomi apesar de ser mais conhecida pelos seus smartphones de qualidade a baixos custos, também quis tentar encontrar o seu espaço no mercado dos wearables com a Mi Band. E arriscamo-nos a dizer que teve sucesso, pois a Mi Band é uma pulseira inteligente com uma excelente autonomia de bateria, aliada a uma resistência à água comprovada pela certificação IP67. Monitoriza os exercícios assim como a qualidade do sono, apenas faltando um ecrã, cujo lugar é ocupado pela presença de três led’s, indicativos de diferentes funcionalidades.

XiaomiMiBand
#5 – FitBit One

A FitBit é uma empresa dedicada ao exercício e fitness, contando com várias pulseiras inteligentes actualmente no mercado. Nós escolhemos a FitBit One devido ao seu mostrador que indica todo o progresso efectuado no deorrer do dia no que a exercícios – contagem de passos, calorias queimadas, etc – diz respeito, mas também devido à presença de um altímetro, algo que não está presente em muitas concorrentes no mercado.

FitBitOne
#6 – Samsung Gear Fit

Apesar de ter entrado no mercado há cerca de um ano, o Gear Fit é um wearable a ter em conta. Fabricado pela Samsung, é a primeira tentativa da empresa em juntar as funcionalidades de um smartwatch com as de uma pulseira inteligente, resultando num híbrido entre os dois géneros de equipamentos. Tem um ecrã a cores tipo OLED táctil que indica variadas funcionalidades, tanto a respeito de fitness como notificações de chamadas ou mensagens recebidas no smartphone. Vem dotado de um pedómetro para gravar todos os passos dados, estima as calorias queimadas e monitoriza várias actividades, desde ciclismo, caminhadas, corrida e escalada. E sim, também mede o ritmo cardíaco.

GearFit

 

5,664