NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Mobilidade limitada no Optimus Home

Mobilidade limitada no Optimus Home

terça-feira, 14 dezembro, 2004 /
Anacom faz o ponto da situação nos novos produtos da Sonaecom. A mobilidade geográfica da nova oferta de telefone fixo da Novis, empresa do grupo Sonae, limita-se a 2 mil metros, à semelhança do que acontece com várias outras tecnologias sem fios (wireless), segundo apontou a Autoridade Nacional de Comunicações em comunicado.

A Anacom aprovou na sexta-feira passada um sentido provável de decisão que permite à Novis utilizar a rede GSM da Optimus e recorrer ao prefixo 2 para a oferta de um novo produto de telefone fixo desde que «a mobilidade associada ao terminal seja apenas a inevitável».

No final de Novembro, a Anacom tinha obrigado o operador da Sonaecom a retirar do mercado o produto Optimus Home, por considerar que este, apesar de usar números da rede fixa, tinha uma mobilidade geográfica semelhante à de um serviço móvel. Enquanto o Optimus Home, inicialmente apresentado como convergência fixo-móvel, permitiria aos utilizadores uma mobilidade «na área geográfica coincidente com a do Plano Nacional de Numeração (PNN) a que pertencesse o seu número de acesso», o novo produto - agora apresentado como uma oferta de um serviço de comunicações fixo - garante cobertura «numa circunferência com um raio de aproximadamente de 2 mil metros», diz a Anacom.

Fonte oficial da entidade reguladora, citada pela Lusa, sublinhou que a nova oferta da Sonaecom não é «uma evolução do Optimus Home, mas sim um produto novo, com características diferentes», pelo que não está em causa um recuo da posição da Anacom. «A própria Sonaecom, na proposta que nos enviou, não usa a designação Optimus Home», reforçou.
3,492