NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

Como vender prendas indesejadas

quinta-feira, 07 janeiro, 2016 /
Como vender prendas indesejadas

Saiba onde e como comercializar artigos que não vai utilizar.


Imagem por: Adweek
 
 

O inevitável aconteceu. Apesar das suas precisas instruções, recebeu presentes que não condiziam com o que pediu.

Um cachecol que sabe que não vai vestir, um livro que não vai ler, um CD que não vai ouvir, perfumes que não irá usar ou equipamentos que não irá utilizar. E agora?

Não se preocupe. Temos várias soluções para si, para que não fique a perder com nada do que recebeu.

1. OLX

 
A primeira opção é também ela a mais óbvia. O OLX é a plataforma de anúncios mais utilizada em território nacional, onde pode colocar quaisquer produtos à venda por um preço por si definido. Pode também colocar imagens, definir a localização onde pretende efectuar a venda e ainda escrever uma descrição, resumida ou completa, do produto que pretende comercializar. Tudo isto de forma totalmente gratuita.
 
 

OLX

Imagem por: Melhorsaber

2. Ebay

 

Semelhante ao OLX mas a uma escala mais global, o Ebay é a plataforma de anúncios mais utilizada no mundo. Deste modo pode fazer uso de todo o seu potencial para fazer chegar os produtos que deseja vender aos quatro cantos do mundo.

Quem sabe se não existe um apreciador de música erudita noutro continente e que queira comprar o CD de Bach que lhe ofereceram no Natal? Perde pouquíssimo tempo a criar um anúncio e não custa – literalmente - nada tentar.
 
 

Ebay

Imagem por: Poweruser

3. Amazon

 
Mais um website onde pode anunciar produtos, a Amazon é actualmente uma das maiores empresas de venda internacional do mundo, com mais de 10 milhões de produtos a serem mobilizados em mais de 75 países diferentes. Deste modo, apresenta-se como uma excelente opção para anunciar aquele livro que não lhe interessa (ou já leu), ou qualquer outro produto que sabe que não irá utilizar.
 
 

Amazon2

Imagem por: Thedrum

4. Fale com os Amigos

 
Todos somos diferentes uns dos outros. O que um gosta o outro poderá não apreciar, assim como o que um veste o outro poderá não vestir. Como tal e caso se pretenda ver livre de alguma roupa que sabe que não irá utilizar, falar com os amigos/conhecidos é sempre uma hipótese a ter em conta. Nunca se sabe o que poderá ganhar.
 
 

Friends

Imagem por: Huffingtonpost

5. Trocas / Devoluções / Cartões Presente

 

Por fim e caso nenhuma das opções acima tenha funcionado, tem sempre a hipótese de pegar no produto que recebeu e dirigir-se à loja que o comercializa para que possa eventualmente trocar por outro que seja mais do seu agrado. Grande parte das superfícies comerciais providenciam aos consumidores a hipótese de trocarem os seus produtos num determinado espaço de tempo após a compra (por norma, entre duas semanas a um mês), por outro no mesmo valor.

A segunda opção corresponde à devolução, onde poderá devolver o produto à loja (desde que esteja imaculado) e receber o dinheiro de volta. Não custa nada tentar, no entanto, é de salientar que muitas superfícies não providenciam esta opção, o que nos leva à terceira hipótese: cartões presente.

Os cartões presente correspondem a pseudo cartões de crédito onde o consumidor pode devolver o produto à loja e, em troca, receber um cartão no valor do produto que devolveu para gastar onde quiser dentro da mesma loja ou dentro do mesmo grupo de lojas. Um exemplo é o grupo Sonae, cujas lojas providenciam cartões para poder gastar em qualquer loja do grupo. Assim, caso tenha recebido um artigo de desporto (SportZone) e pretenda trocar por um produto tecnológico (Worten) ou vice-versa, pode fazê-lo.
 

CartãoPresente1

Imagem por: Cartaodapresentes
3,180