NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

Banda Larga: acesso mais rápido na União Europeia

terça-feira, 30 novembro, 1999 /
Banda Larga: acesso mais rápido na União Europeia Relatório da COCOM demonstra crescimento nas ligações de banda larga na UE.

A Comité das Comunicações (COCOM) da Comissão Europeia publicou, dia 25 de Novembro, um relatório sobre o acesso à Internet de banda larga na União Europeia, que revela que actualmente as ligações são mais rápidas que há 1 ano. Em Julho de 2010, 29% dos acessos de banda larga na UE tinham um débito igual ou superior a 10Mbps, contra 15% em Julho de 2009. A taxa de penetração da banda larga também registou aumentos, com 25,6 assinaturas por cada 100 cidadãos contra 23.9 no ano passado.

Os dados indicam ainda que a banda móvel atinge 45% de crescimento, fazendo com que existam em média 6 dispositivos de acesso de banda larga móvel por cada 100 cidadãos. Os Países Baixos e a Dinamarca continuam a ser líderes mundiais na penetração da banda larga fixa (perto de 40 linhas por cada 100 cidadãos, cerca de 80% dos agregados familiares), refere a ANACOM em comunicado. A tecnologia de DSL (linha de assinante digital) continua a ser a mais utilizada na Europa, contando 100 milhões de linhas, mas a sua quota de mercado está a diminuir em benefício de arquitecturas de fibra e de cabo com Docsis 3.0 (redes de cabo melhoradas), que oferecem débitos mais elevados.

O relatório confirma ainda um crescimento anual de 6% da banda larga móvel, nomeadamente na Finlândia( 21,5 acessos móveis por cada 100 cidadãos), Áustria (16,7), Suécia (14), Dinamarca (13,4) e Portugal (12,1).  No entanto, a UE ainda está longe dos objectivos da Agenda Digital para 2020, que passam por disponibilizar, no mínimo, 30mbps para todos os cidadãos e a adesão de metade dos agregados familiares europeus a contratos de banda larga superiores a 100Mbps.

3,606