NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

Ataque informático nos EUA resultou em mais de um dia de transportes públicos gratuitos

quarta-feira, 30 novembro, 2016 /
Ataque informático nos EUA resultou em mais de um dia de transportes públicos gratuitos

Para desbloquear novamente o sistema, os hackers exigiram um resgate equivalente a mais de 60 mil euros.

Saiba mais sobre a Mindshaker

*Está a ler um guest post da Mind-shaker.com

O sistema informático da Agência Municipal de Transportes de São Francisco (SFMTA), nos Estados Unidos, foi atacado na última sexta-feira por piratas informáticos.

O ataque bloqueou o acesso da SFMTA aos seus próprios sistemas informáticos. Os hackers exigiram um resgate no valor equivalente a 66 mil euros, a ser pago em 100 Bitcoins.

Como resultado desta interferência, os sistemas estiveram em baixo entre Sábado e Domingo. Quem saiu a ganhar foram os utentes da rede, que não tiveram de pagar tarifas durante pouco mais de um dia.

Ao todo foram afectadas mil máquinas de venda de bilhetes e validação. O ataque comprometeu 25% da rede da SFMTA, mas o serviço continuou a decorrer normalmente.

No Domingo as máquinas de venda de bilhetes já funcionavam normalmente. Não se sabe, contudo, se o resgate foi pago.

De acordo com o Público, o ataque foi realizado através de um HDDCryptor, também conhecido por Mamba, que usa recursos open source para alterar o arranque principal de um computador, que fica inacessível aos utilizadores. Para desbloquear o sistema é necessária uma palavra-chave.

Não se sabe ainda o que motivou o ataque, mas há a possibilidade de software pirateado estar na origem.

A San Francisco Examiner diz que o ransomware usado foi activado automaticamente por um software ilegal descarregado em torrents, pela SFMTA. São os atacantes que o afirmam. Ou seja: não foi um ataque planeado, mas sim automático.

5,711