NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
WhatsApp no browser. O que quer e não quer dizer

WhatsApp no browser. O que quer e não quer dizer

sexta, 23 janeiro, 2015 /
WhatsApp no browser. O que quer e não quer dizer

O WhatsApp já chegou ao seu browser, mas isso não significa que tenha deixado de ser uma aplicação para telemóveis


Não sei quanto a si, leitor, mas eu faço parte dos 700 milhões de utilizadores do WhatsApp. Foi por isso que recebi com algum entusiasmo a notícia de que a famosa aplicação de envio de mensagens ia chegar à internet.

Finalmente ia deixar de estar exclusivamente dependente do telemóvel para trocar mensagens com os meus contactos. Mais do que isso - o serviço ia agora criar condições para mais facilmente chegar aos mil milhões de utilizadores (justificando assim os 19 mil milhões de dólares pagos pelo Facebook aquando da sua polémica aquisição). Mas enganei-me.

Usar o WhatsApp num computador desktop ou num browser não significa necessariamente deixar de usar a aplicação para smartphones. De facto, se tanto, significa apenas que passámos a usar a aplicação do telemóvel noutra plataforma que não um telefone.


A aplicação Web do WhatsApp é essencialmente um espelho da aplicação para telemóveis. Ou seja: é fantástica para a actual base de utilizadores do serviço, mas não se irá traduzir em novos utilizadores. Não que isto devesse constituir um problema, mas talvez a novidade tenha sido sujeita a algumas más interpretações.

Todas as mensagens e conversas no browser vão ser as mesmas do telemóvel. Foi o próprio fundador do WhatsApp quem disse isto: « isto significa que todas as vossas mensagens vão continuar a viver nos vossos telefones ». Esta funcionalidade não se irá aplicar aos utilizadores do iPhone, que vão continuar a depender apenas da aplicação móvel.

Ok, isto essencialmente significa que não estamos perante um cliente do WhatsApp para computadores desktop, mas dentro de uma espécie de extensão da aplicação para telemóveis. Para os actuais 700 milhões de utilizadores será sem dúvida uma funcionalidade muito bem-vinda, já que a empresa parece não ter particular pressa de chegar aos mil milhões (para já).


Conectar o WhatsApp ao browser

Para poder sincronizar a sua conta do WhatsApp com esta funcionalidade, o leitor vai ter de:

• Aceder ao site através do Google Chrome
• Digitalizar (com o telemóvel) o QR Code, dentro da app do WhatsApp
• Se não funcionar, experimente actualizar a aplicação do WhatsApp e repita o processo


4,110

Autores

Telemoveis.com

Phone House anuncia novas campanhas de lançamento

Por Telemoveis.com | 21 fevereiro 2019

Colaborações

MindShaker

O que saber sobre desbloquear o telemóvel?

Por MindShaker | 17 julho 2018

THERENT.ZONE

HTC Vive vs Oculus Rift: qual o melhor equipamento de realidade virtual?

Por THERENT.ZONE | 21 março 2018

eMenuk

Sistema de Menu Digital Para Restaurantes

Por eMenuk | 15 março 2017

Surf Map Portugal

Tecnologia no Surf

Por Surf Map Portugal | 07 março 2017

Colunistas

Lauro Lopes

Google Pixel 3 XL análise

Por Lauro Lopes | 06 fevereiro 2019