NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Moda Já usa códigos mobile

Moda Já usa códigos mobile

quarta, 10 novembro, 2010 /
Moda Já usa códigos mobile Rachel Roy e Jessica Stam mostram como pode combinar as suas roupas em vídeo, quando estas estão ainda nos cabides das lojas, enquanto que na Cordoaria Nacional, pode aceder aos diversos espaços através de um QrCode que lhe é atribuído na entrada e que controla os acessos na exposição Viva a República! Veja outros exemplos das aplicações dos QrCodes e o porquê do seu sucesso Partilhar

Finalmente começamos a ver um aumento no interesse dos consumidores e das marcas, na utilização dos códigos de barras para telemóveis, especialmente nos Microsoft Tags, por alguma razão ou por outra. Temos presenciado a diversos esforços da Microsoft em massificar o uso dos seus códigos, com grandes taxas de sucesso pelo mundo fora.

A designer de moda nova iorquina Rachel Roy é uma das ultimas que aderiu aos códigos de barras mobile para aumentar a interactividade entre os telemóveis e a sua linha de roupa. A designer imprimiu e prendeu junto à etiqueta da linha comercializada na Macys uma série de Microsoft Tags. Os clientes da Macys poderão utilizar a aplicação Microsoft Tag Reader para fazer o scan do código e assistir de imediato a um vídeo com a modelo Jessica Stam onde esta explica porque gosta desta peça de roupa e dá algumas sugestões de como a utilizar. Um outro vídeo está também disponível a cada uma das roupas, sendo no total 4 vídeos que estão disponíveis. A Jessica Stam colaborou com Rachel Roy na criação da colecção.

No que diz respeito à escolha das Microsoft Tags em relação a outras disponíveis no mercado, a Rachel Roy afirmou que estas se mostraram mais flexíveis de de mais fácil utilização, acrescentando que "podemos imprimir estes códigos em todas as superfícies, incluindo em tecido, o que é muito divertido"."Outra das vantagens que encontramos nestes códigos é a sua capacidade de serem actualizados e reutilizados, ao contrário dos restantes", acrescentou ainda Rachel Roy que completou "para além disso, as Mircosoft Tags funcionam na maioria dos sistemas operativos mobile, o que significa que muitas pessoas vão poder ler o código e ver os nossos vídeos"

A Microsoft fez uma grande divulgação recentemente nos Estados Unidos, numa parceria com a revista Allure. A Allure distribui cerca de 750 mil dólares em produtos de beleza no mês passado, através de 39 códigos Microsoft Tags, na edição de Agosto - numa campanha que teve um total de 444,579 de códigos lidos pelas leitoras da revista de moda. Dias mais tarde, a Microsoft emitiu um comunicado de imprensa onde afirmava que já tinham sido gerados mais de 2 biliões de Microsoft Tags desde a sua criação em Janeiro de 2009.

Em Portugal, a Webeffect tem sido pioneira na divulgação dos códigos de barra mobile, nomeadamente de QrCodes. Estes códigos foram aplicados anúncios impressos para divulgação da empresa assim como no lançamento do Directório Mobile de Portugal do Telemoveis.com na imprensa. QrCode WebeffectA Webeffect desenvolveu ainda um leitor de códigos mobile para ser utilizado nos sites de internet, que activam a câmara do computador ou do telemóvel do utilizador, levando de forma prática e sem necessidade de download de aplicações em telemóveis ou computadores.

Foram usados QrCodes no Portugal Tecnológico já desde 2008, cujos links apontavam para um url que disponibilizava uma aplicação mobile para download com todas as informações e directório do evento, em todos os telemóveis e sistemas operativos mobile.

Mais recentemente, e no âmbito das comemorações do Centenário da República, na Exposição Viva a República! que é dedicada ao público em geral e à população jovem em particular, integra uma componente lúdica, mas também pedagógica, recorrendo aos actuais meios tecnológicos e que está patente na Cordoaria Nacional. Todo o sistema de bilheteira e acessos aos diversos espaços estão controlados através da utilização de QrCodes, aplicação esta também desenvolvida pela Webeffect.

7,628