NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
iPad controla aviões militares

iPad controla aviões militares

sábado, 19 março, 2011 /
iPad controla aviões militares

iPad vai controlar câmaras de aviões militares não tripulados.
O iPad está no centro das atenções do exército norte-americano, que se encontra a desenvolver software que permite aos soldados controlar câmaras, via iPad,  de aviões militares não tripulados (UAV).

A Harris, uma empresa contratada pelo Pentágono, vai demonstrar as potencialidades do guia de câmara remotona conferência da Associação Nacional de Broadcasters, a decorrer já em Abril.

O sistema permite ligar um tablet Android ou iPad a uma càmara montada num avião, permitindo aos utilizadores o acesso a imagens ao vivo, controlando as acções da câmara a partir do  touch screen do tablet.

Podemos dirigir a câmara e olhar para o que quisermos, referiu John Delay, director de negócios da Harris. Há muito interesse nisto. Se pudermos utilizar sensores que concedam a habilidade de controlar a câmara e olhar para uma planície a partir da UAV, isso será algo em grande.

A tecnologia tablet evoluiu ao ponto das imagens no ecrã poderem fornecer informação credível e em tempo real. Uma aplicação para esta plataforma eliminaria a necessidade de sistemas sofisticados muito mais caros.

Dado que as capacidades de vídeo dos smartphones estão cada vez mais desenvolvidas e acessíveis, os responsáveis pela defesa e segurança pública têm demonstrado mais interesse na hipótese de desenvolver aplicações militares. Por exemplo, nos EUA um smartphone ou tablet custa entre 300 dólares a 600 dólares, enquanto que uma tecnologia militar equivalente (com as mesmas funções), custa cerca de 10 mil dólares.

Em Dezembro, o exército norte-americano referiu estar a planear a integração de smartphones no corpo militar, como parte do seu equipamento standart, numa manobra que tenta acrescentar tecnologia na experiência militar e revolucionar o método de treino e combate.

Fonte: Mobiledia

2,982