NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
iPad com Playboy

iPad com Playboy

sexta-feira, 13 agosto, 2010 /
A versão da revista norte-americana «Playboy» para o iPad, o tablet da Apple, foi lançada esta semana sem ensaios com modelos nuas e com o mesmo preço da publicação vendida na banca Partilhar

O DiárioDigital avançou hoje na sua edição online com a notícia de que a Playboy lançou uma revista para iPad. Segundo uma breve descrição da aplicação da «Playboy», publicada pelo site de tecnologia americano minonline.com, a Playboy oferece no iPad quase todos os textos publicados na sua edição impressa - como a entrevista, a secção de 20 perguntas e as reportagens jornalísticas.

No entanto, todos os ensaios fotográficos e desenhos mais sensuais foram vetados. Na secção da Coelhinha do Mês, em vez de mulheres nuas, o iPad traz apenas fotos de rostos.

«Aqueles que dizem ler a revista apenas por causa das reportagens ficarão contentes (apesar de desestimulados pelo preço cobrado), mas qualquer um que procure por posters centrais e nudez ficará a resmungar», afirma o minonline.com, num texto publicado pelo jornalista Steve Smith.

Smith afirma que a «Playboy» é mais uma empresa que precisa de adequar o seu produto às regras rígidas da Apple. No entanto, o jornalista diz que a revista foi prejudicada, já que o seu principal conteúdo é justamente a nudez.

Critica ainda o facto de que o preço cobrado pela «Playboy» no iPad - 4,99 dólares - é exactamente o mesmo da edição impressa.


Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. - Telemoveis.com

*** Este texto NÃO foi escrito de acordo com o novo Acordo Ortográfico***

Telemoveis.com on Facebook
Siga-nos no Twitter!
2,433