NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Fazer do tablet um comando remoto

Fazer do tablet um comando remoto

terça-feira, 27 maio, 2014 /
Fazer do tablet um comando remoto

Dispositivo-aplicação da One For All que transforma o iPad e tablets Android num comando à distância

Fazer do tablet um comando remoto

Tablet Remote - Esta é a designação que a One For All adoptou para descrever o URC 8800, o seu novo sistema de controlo à distância. Em Portugal está disponível por 79,99 euros, através da Esotérico.

Na prática o URC 8800 não é necessariamente um controlo remoto físico, mas sim um pequeno módulo - chamado Bridge - que transforma o sinal Wi-Fi do tablet num comando de infravermelhos capaz de controlar à distância uma larga variedade de dispositivos electrónicos, incluindo televisores, boxes (MEO, NOS, Vodafone e Cabovisão) ou até mesmo consolas de videojogos (Microsoft, Sony e Nintendo).

O sistema em si está disponível na forma de uma aplicação para iOS e Android, gratuita, a partir da qual os utilizadores podem controlar mais de 6 mil marcas de equipamentos diferentes. Segundo avançou a Esotérico em comunicado, este sistema também é compatível com 300 mil produtos e pode ser programado para controlar à distância todas as funções de até 80 dispositivos, incluindo as habituais funções de:

• Ligar/Desligar
• Controlo de volume
• Mudar de canal

A empresa também afirma que é possível programar este sistema para executar mais do que uma função em simultãneo.

Compatibilidade - Segundo a empresa, o Tablet Remote está optimizado para iPad (iOS 5.1 ou mais recente) e tablets Android (4.0 ou superior) com uma resolução mínima de 1280 x 800.

"O URC 8800 é um sistema de controlo remoto sofisticado que não tenta reinventar a roda. Pelo contrário, tira partido de um equipamento que é cada vez mais comum em nossas casas - o tablet - para criar uma solução flexível e realmente universal", refere a empresa em comunicado.

10,737