NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Apple iPhone 4S, Windows Phone rouba share na China

Apple iPhone 4S, Windows Phone rouba share na China

domingo, 20 maio, 2012 /
Escrito por Lauro Lopes

Apple iPhone 4S, Windows Phone rouba share a iPhone na China, maior mercado de smartphones do mundo. Windows Phone ocupa 7% contra 6% da Apple.

E se vos dissessem que o Windows Phone da Microsoft ultrapassou o Apple iPhone no maior mercado do mundo ? É verdade: o sistema operativo da Microsoft acabou de ultrapassar o Apple iPhone 4S na China, onde a fabricante da maçã ainda se encontra em negociações com a China Mobile, a maior operadora de telecomunicações do mundo, para disponibilizar o Apple iPhone 4S.

Apple iPhone 4S, Windows Phone rouba share na China

Até que as negociações estejam concluídas, e de acordo com as informações avançadas pelo Emerce, a Microsoft conseguiu conquistar cerca de 7% de share de mercado na China, ultrapassando os 6% que a Apple detém actualmente . O primeiro smartphone Windows Phone lançado na China foi o HTC Eternity, disponíbilizado em Março deste ano.

2,183
Comentários

Autores

João Fonseca

Um Apple Watch para poucas carteiras

Por João Fonseca | 02 março 2015

Lauro Lopes

A NOS e o bullying judicial

Por Lauro Lopes | 26 fevereiro 2015

Henrique Vieira

Países para investir em apps

Por Henrique Vieira | 15 dezembro 2014

João Paulo Almeida

Alugar iPad

Por João Paulo Almeida | 12 novembro 2014

Colaborações

iOnline - Tecnologia

Edigma. “O touch é o interface certo para o futuro”

Por iOnline - Tecnologia | 12 fevereiro 2015

Tecnologia e Gadgets

IMEI. Porque todos deveriam saber o do seu telemóvel

Por Tecnologia e Gadgets | 10 fevereiro 2015

Colunistas

Paulo Rossas

A Sagres teve de pedir desculpa

Por Paulo Rossas | 19 fevereiro 2015

Ricardo Miranda

Felicidade Desconfiada

Por Ricardo Miranda | 22 janeiro 2015

Rute Gil

Ano Novo, pouca rede

Por Rute Gil | 31 dezembro 2014